02/12/2021 às 12h57min - Atualizada em 02/12/2021 às 12h57min

Meta de 12 mil cirurgias do Opera Paraíba foi batida com um mês de antecedência, anuncia João Azevêdo

O governador João Azevêdo anunciou, nesta quinta-feira (2), o cumprimento da meta estabelecida para o programa Opera Paraíba. A previsão inicial era atingir 12 mil cirurgias até o fim de dezembro, mas a marca já foi ultrapassada. Desde o início do funcionamento, o estado realizou nos 223 municípios, 12.434 cirurgias.

O programa foi retomado no último mês de agosto, após a diminuição das internações causadas pela covid-19. Nos últimos quatro meses, foram realizadas mais de 10 mil cirurgias contemplando todas as regiões da Paraíba. As especialidades oferecidas são de cirurgia geral, ginecológica, urológica, oftalmológica e da otorrinolaringologia. Além do público adulto, o programa também passou a contemplar crianças e adolescentes.

Após o retorno, o Opera Paraíba também ganhou um reforço na realização dos procedimentos. Com a inauguração do bloco cirúrgico do Hospital de Clínicas, em Campina Grande, a unidade passou a integrar a rede de hospitais participantes do programa, e vem realizando cirurgias diariamente. Foram quase 2 mil intervenções cirúrgicas registradas no hospital só nos últimos dois meses.

O objetivo do governador João Azevêdo de tirar da fila de espera pessoas que aguardavam há anos por uma cirurgia está sendo cumprido.

“Quando eu comecei a andar pelo estado, encontrava pessoas reclamando que esperavam há anos por uma cirurgia eletiva, e levantamos quantas cirurgias nós tínhamos pendentes e quais as especialidades mais necessárias. Então nós encontramos uma fila de mais de 12 mil pessoas e naquele momento eu tomei a decisão de acabar com aquela fila da vergonha. Hoje nós podemos celebrar que estamos conseguindo zerar essa fila. É uma vitória muito grande”, pontuou.

Ainda segundo o governador João Azevêdo, o programa terá continuidade em 2022, ampliando os atendimentos e melhorando a saúde e qualidade de vida dos paraibanos.

“O problema não acabou, as pessoas continuam adoecendo, mas o nosso compromisso está sendo cumprido, e vamos continuar”, acrescentou.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »