05/07/2022 às 10h43min - Atualizada em 05/07/2022 às 10h43min

Suspeito de matar os pais a golpes de marreta era conhecido por se fantasiar de super-herói

O Dia
Emerson Lopes Bucker Martins, de 30 anos, era conhecido por se vestir de super-heróis em São Gonçalo Reprodução/Redes sociais
O principal suspeito de matar os pais a marretadas, no bairro Sacramento, em São Gonçalo, ganhava a vida levando alegria para os moradores do município. Emerson Lopes Bucker Martins, de 30 anos, era bastante conhecido na região por sair às ruas e ir a eventos vestido de super-herói, como o Homem-Aranha e o Capitão América.

Ele está preso desde a manhã de segunda-feira (4), após ser encontrado por agentes do São Gonçalo Presente com as roupas ensanguentadas. Os corpos de Antônio Ribeiro Bucker Martins e Maria de Fátima Lopes Santos, pai e mãe do suspeito, foram localizados na casa da família, no bairro Sacramento, também em São Gonçalo. Ainda não foi informado o horário e local do enterro.

Além de se vestir à caráter, Emerson, ao lado do irmão, tem uma empresa de eventos, onde aluga brinquedos, cadeiras e faz apresentações de super-heróis. Os moradores do bairro contam que ficaram horrorizados com a brutalidade do crime e que não esperavam por essa reação dele.

De acordo com um relato de um colega de escola, Emerson era conhecido por ser um bom menino e de boa índole. "Estudei com esse menino. Eu tinha 16 ele 18. Sempre foi um cara de boa índole, tirou carteira de motorista pra ajudar o pessoal da igreja. Pelo menos há dez anos ele não fumava um cigarro. Impressionante como as pessoas desenvolvem problemas psicológicos e se metem com drogas e acaba neste final trágico", diz.

Drogas teria feito homem surtar

Segundo relatos de testemunhas, o homem, que estava sob efeito de drogas, teria cometido o crime depois que seu pai lhe recusou a dar dinheiro em decorrência de seu vício. No entanto, até o momento, a polícia não informou a motivação do crime.

Após ser localizado pelos policiais, Emerson parecia estar confuso, não respondeu a nenhuma pergunta e tentou fugir. Com ele, foram encontrados R$ 4.200 em dinheiro, um celular, documentos da Previdência Social e cartões de banco de uma das vítimas.

Preso em flagrante pelo crime de homicídio, o suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios em Niterói (DHNSG) e está à disposição da Justiça. As diligências para o esclarecimento dos fatos seguem em andamento.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »