12/09/2021 às 08h09min - Atualizada em 12/09/2021 às 08h09min

Irreconhecível, Evander Holyfield é nocauteado por Vitor Belfort em menos de 2 minutos

Uol
Ex-campeão mundial dos pesos-pesados e dos cruzadores, o americano Evander Holyfield retornou aos ringues hoje (11), aos 58 anos, e foi nocauteado pelo brasileiro Vitor Belfort, 14 anos mais jovem, no 1º round. A disputa de boxe previa oito assaltos de dois minutos cada e marcou também o retorno de Belfort, que fez carreira no MMA.

O confronto, o principal do "Triller Fight Club", foi definido apenas oito dias atrás. O americano foi escalado de última hora para substituir Oscar de La Hoya, adversário original de Vitor, que contraiu covid-19 e precisou ser retirado do card. Como consequência, o show foi transferido da Califórnia para a costa leste do país, na Flórida.

Antes da luta começar, Donald Trump, ex-presidente dos EUA que participou do evento como comentarista para a TV americana, liderou o minuto de silêncio em homenagem aos 20 anos do atentado terrorista ao World Trade Center e ao Pentágono, que vitimou mais de 3 mil americanos em 2001.

Quando o gongo soou, porém, a velocidade do carioca, 14 anos mais novo, fez a diferença. Apesar de mais baixo e com quase 10 kgs de desvantagem, Belfort aproveitou a dificuldade do rival de encontrar o tempo de ação e imprimiu o ritmo com sequências de cruzados da curta distância.

Depois de sofrer um knockdown, o americano, que não competia há dez anos, voltou a ficar de pé e apenas se defendia e não mostrava poder de reação até que o árbitro interrompeu o confronto em meros 1m49s. A seguir, Holyfield questionou a decisão do juiz de impedi-lo de seguir no confronto.

Com um cartel profissional de 44 vitórias e 11 derrotas, Holyfield carrega em seu currículo o fato de ter sido campeão mundial dos pesados em quatro ocasiões diferentes (contando apenas as quatro principais entidades do pugilismo mundial). Vitor, ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) do UFC, fez sua segunda apresentação no ringue - ambas foram vencidas no assalto inicial.

Mais cedo, Anderson Silva, outro lutador de MMA que se aventurou no boxe, venceu o americano Tito Ortiz, também por nocaute no primeiro assalto.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a eleição fosse hoje, em quem você votaria para Presidente da OAB/PB?

21.3%
41.0%
34.8%
0.6%
2.4%