25/08/2019 às 14h23min - Atualizada em 25/08/2019 às 14h23min

João Azevedo anuncia a Delegacia de Roubos e Furtos em Patos e de Combate à Corrupção do Estado

O governador João Azevedo anuncia, na terça-feira, às 10h00, na sede da Acadepol, a criação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos na cidade de Patos-PB e a Delegacia Especializada de Combate à Corrupção no Estado.

A necessidade da criação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Patos surgiu após a Secretaria da Segurança do Estado ter criado uma Força Tarefa com a finalidade de atuar nas ocorrências que envolvam furtos por meio de explosões e arrombamentos de instituições bancárias e de terminais de auto-atendimento, bem como de roubos a empresas e veículos de transportes de valores no Estado.

De acordo com o secretário Jean Nunes, as ações de prevenção, inteligência policial e repressão de forma integrada já vinham acontecendo tanto na Capital, quanto no interior do Estado, e as delegacias especializadas de roubos e furtos integrarão a composição da Divisão de Investigação. “Ocorre que somente existem delegacias especializadas dessa natureza em João Pessoa e Campina Grande, fazendo-se mister também a criação de uma delegacia especializada de roubos e furtos em Patos”, argumentou o secretário, lembrando que essa medida visa também atender ao plano operacional imposto pela Portaria n.º 018/2019/SESDS.

Por outro lado, a criação da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção se faz necessária de modo que o Estado da Paraíba possa se coadunar à Portaria n.º 631/2019, do Ministério da Justiça e Segurança Pública. “Essa Portaria estabelece, dentre os critérios de rateio dos recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública em seu art. 3º, inciso VIII, a necessidade de criação e efetivo funcionamento na Polícia Civil de unidade dedicada exclusivamente ao combate à corrupção”, concluiu.

Além da criação das novas delegacias, o Decreto transforma a Delegacia de Combate ao Crime Organizado em Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRACO), com abrangência em todo o Estado.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você concorda com a redução da maioridade penal?

84.9%
15.1%