20/12/2018 às 20h27min - Atualizada em 20/12/2018 às 20h27min

VEJA VÍDEO: Jornalista de afiliada da Globo espanca vizinho idoso após discussão em elevador de prédio

OP9
Um vídeo com uma violenta briga entre vizinhos chocou internautas e vem repercutindo nas redes sociais nesta quarta (19) e quinta-feira (20). Entre os envolvidos está Rodrigo Maia, repórter da TV Gazeta, afiliada da Rede Globo no Espírito Santo, e um vizinho dele de prédio, um idoso de 69 anos.

Nas imagens, Rodrigo aparece discutido e filmando o vizinho no elevador, mas logo a situação sai do controle e os dois começaram a se engalfinhar. Na sequência, já em uma área mais aberta dentro do prédio, Rodrigo derruba e começa a desferir socos no idoso, que já está no chão. Rodrigo ainda arrasta o vizinho, pisa e chuta sua mão, enquanto aponta o dedo em direção ao rosto do idoso e continua discutindo. O vídeo não tem som.

Segundo informações do UOL, os dois vizinhos já haviam brigado por conta do barulho que, segundo o idoso, viria do apartamento do repórter. O caso até já teria saído dos limites do condomínio, gerando boletins de ocorrência na polícia e até processo judicial.

A TV Gazeta divulgou uma nota de repúdio à atitude do repórter e informou que já o afastou das funções.

A Rede Gazeta decidiu afastar de suas funções o repórter Rodrigo Maia, que se envolveu numa briga no condomínio onde mora, em Vitória. As agressões foram filmadas pelas câmeras de segurança do prédio. A Rede Gazeta repudia qualquer tipo de violência. E tão logo tomou conhecimento dos fatos decidiu imediatamente pelo afastamento do repórter até apuração completa do ocorrido.

O lado de Rodrigo Maia

Na tarde desta quinta-feira, o repórter convocou uma coletiva de imprensa e transmitiu o momento em seu Facebook. Na ocasião, ele explicou que a confusão entre ele e o vizinho já existia. Segundo Rodrigo, o idoso se queixava do som alto vindo de seu apartamento, que ele fazia festas constantes, recebia muitas pessoas em casa e que o repórter batia contra a parede de seu apartamento. As reclamações incluíam até cartas e xingamentos nos corredores do prédio.

Estas acusações foram negadas por Rodrigo, que afirma também que a síndica estava ciente da situação e que não ultrapassava o permitido pelo condomínio.

Rodrigo ainda acusa o vizinho de perseguição e explica que recebeu várias ameaças. O caso teria chegado até a polícia, com boletins de ocorrência provenientes dos dois lados, e até processos judiciais. O repórter ainda argumenta que o idoso não estaria bem e levanta a hipótese de que ele teria desvio de personalidade ou, até mesmo, seria um psicopata.

O idoso agredido teve que receber atendimento hospitalar, teria perdido um pedaço da orelha. A Polícia Civil informou que o caso foi registrado na Delegacia Regional de Vitória como lesão corporal. O caso é investigado na Delegacia Especializada de Proteção ao Idoso.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »