26/11/2017

VÍDEO - Com poliomielite desde os seis anos de idade, homem vive há mais de 60 anos em 'pulmão de ferro'

Saúde

A poliomielite está praticamente erradicada do Brasil e de outros países que adotaram a medida de vacinar as crianças. No entanto, no século passado, a doença era uma das infecções mais temidas pelos pais. Conhecida como paralisia infantil. a infecção no intestino leva os doentes a problemas graves, como sequelas permanentes, insuficiência respiratória e em muitos casos, logo levar à morte. Para aqueles que eram atingidos pela praga, empresas inventaram um grande equipamento chamado de "pulmão de ferro", em que os pacientes eram trancados dentro para poder respirar e sobreviver.

Há apenas algumas dessas máquinas sendo utilizadas atualmente. No entanto, com o passar do tempo, esses sobreviventes da pólio começaram a ser esquecidos. Um desses casos é do norte-americano Paul Alexander, de 72 anos, internado no Texas há seis décadas. Imagens divulgadas na internet mostram a vida enclausurada que o paciente leva, deitado dentro da grande máquina. A cada dia que passa, a situação fica mais dis difícil, ainda mais que as companhias pararam de fabricar peças dos "pulmões de ferro".

Paul conta que devem existir apenas "dois ou três" sobreviventes que ainda utilizam esse tipo de equipamento no mundo. Recentemente, o homem testou novos ventiladores na máquina, que o fizeram respirar com mais naturalidade. Algumas pessoas tinham que apenas usar as máquinas por um período curto. No entanto, aqueles com diagnóstico mais grave, como o homem, tiveram que acostumar-se a passar boa parte do dia em uma dessas. 

O paciente pegou pólio quando tinha apenas seis anos de idade. Mas, apesar da dependência do "pulmão de ferro", Paul conseguiu se formar em Direito e trabalhou a vida inteira como advogado. Conforme os anos foram passando, o homem teve que começar a ficar cada vez mais na máquina. Hoje, é comum que passe boa parte do dia conversando pelo telefone, trancado dentro do grande equipamento. 

O vídeo mostra os momentos que Paul tem que passar dentro do "pulmão de ferro", que deve ser extinto quando os últimos pacientes não precisarem mais. Afinal, a pólio é uma doença quase erradicada. 

Link
Assista também »
Comentários »