09/05/2017

VÍDEO: Blog entra na FUNDAC e menores denunciam casos de tortura

Notícias

A convite do deputado estadual Ranieri Paulino (PMDB), a equipe do RádioBlog esteve na última semana no Centro Socioeducativo Edson Mota, pertencente à Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (FUNDAC),  em João Pessoa. Em visita sem prévio anúncio, o parlamentar verificou denúncias sobre as péssimas condições estruturais do local, os recursos humanos disponíveis para os internos da Fundação, a qualidade da alimentação servida, o sistema de educação e condições de segurança. Diversos relatos de tortura foram ouvidos. 
 
Entrevistados pelo RádioBlog, os menores relataram casos de tortura, com vários deles, inclusive, citando o nome do possível agressor. Cenas das instalações e da alimentação servida aos garotos também foram registradas por nossa equipe.
 
“O que vimos e ouvimos dos jovens durante a visita não foi nada agradável. As instalações oferecem riscos aos internos e funcionários e não há projetos de ressocialização dentro do centro”, disse o parlamentar. “É importante destacar que a FUNDAC passa por algumas reformas, mas isso ainda não é o suficiente. É necessária uma maior atenção, maiores investimentos, além é claro, da implantação do Plano Estadual socioeducativo, tema já debatido por nós em Sessão Especial realizada dia 07 de abril”, completou o parlamentar.
 
O governador Ricardo Coutinho inaugurou, em 12 de novembro de 2013, o Centro Socioeducativo Edson Mota (CSE), localizado no bairro de Mangabeira VIII, em João Pessoa. A unidade da Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (Fundac) foi construída pela Suplan num investimento de mais de R$ 9 milhões, recursos oriundos de parceria entre o Governo Federal e Governo do Estado.

Na ocasião, Ricardo Coutinho afirmou que o centro criaria as condições adequadas para o trabalho de ressocialização dos jovens na sociedade com uma política de educação, formação profissional, musical e artística, práticas esportivas para quando os jovens voltarem ao convívio com a sociedade não passem pelo mesmo processo que os levaram para lá.

O governador disse ainda que dentro do CSE seriam implantadas turmas do Pronatec para formação nas áreas de construção civil, a fim de que os jovens saiam do centro com uma profissão. Ele defendeu a educação como a chave para a civilidade e a ressocialização e acrescentou que o Brasil paga um preço muito alto porque há cerca de 30 anos fechou os CIEPs criados por Leonel Brizola, que ofereciam educação integral aos jovens. Não foi o que vimos.

Para a então presidente da Fundac, Sandra Marrocos, a inauguração do centro socioeducativo seria mais uma iniciativa de construção para uma sociedade com mais oportunidades para os jovens. “Estamos entregando à Paraíba um ambiente propício para a ressocialização, e essa obra vem para somar. Nós sabemos que não é nada simples a alta complexidade da assistência social, mas com muita garra e determinação de todos que trabalham nessa Fundação, iremos, a partir deste momento, transformar ainda mais muitas vidas”, disse à época a gestora.

Link
Tags »
Mais Vídeos »
Comentários »