10/12/2018 às 23h02min - Atualizada em 10/12/2018 às 23h02min

Prefeito de Sousa pede que irmão fale com vítima de agressão para evitar prisão

O prefeito de Sousa, Fabio Tyrone, agrediu sua ex-companheira e a justiça concedeu a advogada Miriam Pires Benevides Gadelha uma medida protetiva.

De acordo com o documento, Tyrone não pode se aproximar (raio de 300 mts), não pode ligar, nem mandar mensagens de texto para a ex namorada.

Caso o prefeito descumpra a medida protetiva despachada pelo desembargados Ricardo Vital Almeida, será preso. Mesmo assim o prefeito pediu a seu irmão, Abel, que entrasse em contato com a vítima para conversar sobre a situação. Contactada pela redação do Polêmica Paraíba Miriam disse ainda não conseguir falar sobre o acontecido, mas confirmou a tentativa de contato.

A denúncia veio a público por meio de fotos nas redes sociais. Nas fotos, a advogada filha do ex-prefeito de Sousa, Salomão Gadelha (já falecido), e sobrinha do ex-senador Marcondes Gadelha (atualmente deputado federal), aparece cheia de hematomas por todo o corpo, e tem um olho machucado.

No relato feito ao desembargador, Miriam afirma que estava em uma festa na Capital Paraibana com o prefeito Fábio Tyrone e ele estava bebendo demais e a viu a conversar com outros convidados da festa. No trajeto para a residência, Tyrone começou a discutir com Miriam e já começou a agredi-la com um “tapa” no rosto. Em casa, Fabio Tyrone voltou a agredir a vítima com mais “tapas”, empurrões e chutes”, além de tachá-la de “puta, vadia e louca” e socá-la no olho.
Polêmica PB

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »