27/10/2018 às 23h07min - Atualizada em 27/10/2018 às 23h07min

De volta ao Brasil, Ciro frustra PT diz que não vai ‘tomar lado’ no segundo turno

O candidato derrotado à Presidência Ciro Gomes (PDT) falou que “não vai tomar lado” de nenhum candidato neste segundo turno da eleição.

Em um vídeo publicado em sua conta do Facebook, o pedetista não alegou o motivo pelo qual não vai apoiar Fernando Haddad (PT) – e nem Jair Bolsonaro (PSL) –, dizendo apenas que “minha consciência aponta a necessidade de preservar um caminho que a população brasileira amanhã possa ter uma referência para enfrentar os dias terríveis, que imagino, estão se aproximando”.

“Claro que todo muito preferia que eu, com meu estilo, tomasse um lado e me posicionasse na campanha. Mas eu não quero fazer isso por uma razão muito prática que eu não quero dizer agora, porque se eu não posso ajudar, atrapalhar é o que eu não quero”.

Ciro pediu que a população vote pela democracia, contra a intolerância e pelo pluralismo, afirmando também que “ninguém está obrigado a votar contra convicções e ideologias”.

Ciro chegou nesta sexta-feira (26) a Fortaleza depois de temporada na Europa após a eleição. No aeroporto da cidade, centenas de pessoas o esperavam. A chegada do candidato foi transmitida ao vivo no Facebook e teve muitos gritos, rojões e palavras de apoio a Ciro.

Na chegada, ele não falou com a imprensa nem fez declarações, porque, segundo a direção do PDT do Ceará, havia muita gente no local – segundo o Estadão Conteúdo, cerca de 400 pessoas.

Fernando Haddad (PT) vinha fazendo diversos acenos ao pedetista em busca de um apoio. Em 10 de outubro, o PDT comunicou que faria um “apoio crítico” à candidatura petista no segundo turno. Na época, o presidente da sigla, Carlos Lupi, disse que a decisão era mais uma posição contrária a Jair Bolsonaro (PSL) e “aos riscos que ele representa” do que um apoio ao projeto de governo de Haddad.

Em seu último ato de campanha antes da eleição, Haddad comemorou o apoio recebido do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa e, sem citar nominalmente Ciro,  lamentou que outros “democratas” não tenham tido a mesma “coragem”.

No primeiro turno, Ciro Gomes recebeu 13.344.366 votos e foi o terceiro colocado na disputa presidencial. Ele passou quase todo o segundo turno em viagem pelo continente europeu. Confira o vídeo publicado na página oficial do candidato derrotado.
Gazeta do Povo

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o governador Ricardo Coutinho deve deixar o governo para ser candidato a Senador?

67.5%
32.5%