21/09/2018 às 15h27min - Atualizada em 21/09/2018 às 15h27min

Cássio critica campanha de Alckmin por 'bater' em Bolsonaro e flerta com eleitor do candidato do PSL

Blog Heron Cid

Os ouvintes do Arapuan Verdade (Rede Arapuan de Rádio) tiveram uma surpresa ao ligar o rádio hoje. Na entrevista da série com os candidatos ao Senado, o senador e candidato à reeleição Cássio Cunha Lima (PSDB-foto) fez uma fala simpática ao candidato do PSL, Jair Bolsonaro.

Dirigente nacional do PSDB, Cássio criticou “o erro de comunicação” da campanha do seu candidato, Geraldo Alckmin, pelo ataque a Bolsonaro. Para Cunha Lima, o capitão reformado soube catalisar um sentimento de indignação da população brasileira.

Um enfrentamento a Jair, na ótica de Cássio, é fazer o caminho da contramão de contingente significativo da população.

“Ele está sendo intérprete desse sentimento. Então, dizer que isso é uma aventura não é correto. Isso é coisa de quem quer dividir o Brasil entre nós e eles”, fundamentou.

Não parou por aí. O tucano paraibano também defendeu a flexibilização do armamento, uma tônica da campanha do candidato do PSL. No caso de Cássio, a defesa foi para os moradores da zona rural, sobressaltados com a violência no campo.

O senador sustenta seu voto no primeiro turno com a candidatura de Alckmin, notadamente em situação de baixo desempenho. Mas, pela linha do discurso, não terá qualquer dificuldade de votar em Bolsonaro num cenário de segundo turno contra Haddad.

A declaração consolida a condição do paraibano – vice presidente do Senado – como convicto antipetista, o que já vem fazendo religiosamente no Senado.

Para Cássio, vale tudo, menos o PT. Até, flertar com propostas e candidaturas mais radicais…


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »