26/06/2018 às 16h32min - Atualizada em 26/06/2018 às 16h32min

Pastor que levou 'chifre' é preso após torturar, matar e ocultar corpo do responsável pela traição

Massapêceara
Foto: Reprodução
O pastor evangélico Daniel Mariano da Silva, 30, que planejou e participou do assassinato de um fiel da mesma igreja que ele frequentava, foi preso e apresentado nesta quarta-feira de manhã (20/6), na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

A missionária Jéssica Anaqueri Azevedo, 24, mulher de Daniel, também foi presa como suspeita de participação no crime que teve como vitima fatal o evangélico Wallace de Souza Batista, 32, mais conhecido como “Preto”, que foi torturado e morto com várias facadas.

De acordo com o delegado titular da DEHS, Jeff David Mac Donald, Wallace foi arrastado para uma área de mata do Coroado, Zona Leste, no dia 23 de março deste ano e assassinado a facadas por Daniel Mariano e o casal Ítalo Amaral Pinho e Silvane Ribeiro da Silva.

O casal Ítalo Amaral e Silvane estão com mandado de prisão expedido pela Justiça e estão sendo procurados, segundo informou o delegado Jeff David.

A motivação do homicídio seria pelo fato de Wallace ter um relacionamento amoroso às escondidas com Jéssica Anaqueri e com Silvane, mulheres de Daniel e Ítalo, que descobriram a traição e depois do sequestro praticaram o assassinato e ocultaram o corpo na mata fechada.

As duas mulheres envolvidas no crime confessaram aos seus maridos que houve a traição conjugal e para não serem assassinadas por eles, concordaram em participar de uma emboscada em que Wallace “Preto” acabou torturado e assassinado.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »