16/06/2018 às 18h35min - Atualizada em 16/06/2018 às 18h35min

Goleiro do Egito dispensa prêmio de melhor da partida por conta de patrocínio de cerveja

Extra

Após a derrota do Egito para o Uruguai na estreia da Copa, o goleiro Mohamed El-Shenawy se recusou a receber o troféu do "Man of the Match" (o melhor jogador da partida), que aconteceu na Arena Ecaterimburgo, no sábado, pela primeira rodada do Grupo A. O problema é que o prêmio é entregue por uma marca de cerveja, patrocinadora oficial da Copa do Mundo da Fifa, que sempre entrega -uma taça artística vermelha ao melhor do jogo.

Muçulmano, o egípcio considera o álcool contrário a sua religião e optou por recusar o prêmio. Após o jogo, El-Shenawy foi visto levantando a mão para desprezar o presente - provocando uma espécie de debate. O registro foi feito pelo empresário Marwan Ahmed e publicada no seu Twitter, logo após o confronto.

Três países africanos na Copa – Senegal, Egito e Tunísia –, além de Arábia Saudita e o Irã, tradicionalmente evitam o álcool porque tem o islamismo como religião.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »