01/02/2017 às 16h25min - Atualizada em 01/02/2017 às 16h25min

Na posse, Gervásio recebe as honras de candidato a governador

Marcone Ferreira
O governador Ricardo Coutinho finge não notar, mas começou a perder a liderança para o deputado Gervásio Maia no PSB. Isso pôde ser observado durante a posse do parlamentar na presidência da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (1). Por enquanto, a paz reina e a festa continua desde às 10hs desta manhã, quando abriu-se os trabalhos da cerimônia do empossado. Gervásio tem uma tradição política exemplar. Vem desde o avô governador João Agripino a Gervásio Maia, o saudoso pai, que o filho substitui na cadeira número 1 do legislativo estadual.

Quem acompanha, sabe: Gervasinho cultiva um conceito extraordinário de fazer política. Seu discurso é a maior comprovação, quando elevou sua fala de improviso a dois fatos marcantes de sua trajetória política. O primeiro, segundo anotou, do avô governador João Agripino: “A política é a arte de servir a coletividade”. Depois, do pai Gervásio Maia: “Aqueles que ainda não acreditam, saibam que há homens que prometem e cumpre”.

“Seguiremos esses dois ensinamentos, pois do meu avô (João Agripino) tenho na memória que ‘a ambição é inerente a inteligência, mas deve ter um limite que é o anseio da coletividade’. Por isso, digo que no final de minha gestão muitos pensarão diferente”, complementou.

Elegante, conforme o ensinamento familiar, ele injetou um discurso de elogios ao Governo Ricardo Coutinho, destacando o trabalho e o desenvolvimento da Paraíba,”a gestão voltada para o funcionalismo” e mostrou as razões que colocam a Paraíba numa posição de vanguarda no cenário nacional. E encerrou assim: “Assumo o cargo de presidente da Assembleia com a certeza de que nossa missão não termina aqui“.

No final da solenidade, em entrevista, instado a falar sobre a possibilidade de concorrer à sucessão governamental, respondeu de forma a deixar brecha para outras interpretações. Disse ele: “Depósito meu futuro nas mãos de Deus.”

Portanto, seja o que Deus quiser.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »