31/01/2017 às 08h45min - Atualizada em 31/01/2017 às 08h45min

Após assassinato de policial dentro de delegacia, ex-Comandante da PMPB dispara ‘bandido que atirar em policial meu, vai pro fuzil’

Portal do Litoral PB
Facebook
O ex-Comandante Geral da Polícia Militar da Paraíba, e irmão de Euller Chaves, o atual Comandante, Coronel Kelson Chaves publicou nas suas redes sociais uma nota onde fala da morte do Policial Civil Klaus, assassinado dentro de uma delegacia em Patos neste domingo (29).

“Bandido que atirar em policial meu (…) vai pro (sic) fuzil”, diz a mensagem do ex-comandante.

Confira:

 
“Àqueles que insistem no sentimento de que POLÍCIA existe pra morrer, rememoro um passado não tão distante e reafirmo tudo que defendí e continuo a defender: Bandido que atirar em policial meu – antes eu dizia de .38 -, seja lá do que for, vai pro fuzil. POLÍCIA existe pra viver e proteger cidadãos honestos e trabalhadores. Minha repulsa e indignação à forma covarde com que foi vitimado o PC Klaus, no interior de uma Delegacia, em Patos, neste Estado. Minhas condolências à família, amigos e aos irmãos da Polícia Civil paraibana’.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o governador Ricardo Coutinho deve deixar o governo para ser candidato a Senador?

67.5%
32.5%