13/04/2018 às 14h58min - Atualizada em 13/04/2018 às 14h58min

Brutal: Ex-marido mata jovem com mais de 50 facadas na frente da filha

Correio24horas
Foto: Reprodução
O pintor Francisco Assis Bonfim, 55 anos, ainda tentava entender o que tinha acontecido com sua amiga Claudeane Mota do Nascimento, 22, que não estava ao seu lado na tarde desta quinta-feira (12). Ele e outros amigos e familiares da técnica em enfermagem estavam reunidos no Cemitério Quinta dos Lázaros, na Baixa de Quintas, para sepultá-la, mas isso não fazia nenhum sentido para Francisco. "Terça eu tava junto com ela batendo papo, e na quarta perco minha amiga. Ela era uma ótima pessoa", lamentou.

Claudeane foi morta pelo ex- companheiro, o pedreiro Luide Silva de Jesus Lima, 23, com pelo menos 53 facadas, na frente da própria filha, de apenas 3 anos, em uma casa alugada pelo casal no bairro de Boa Vista de São Caetano, em Salvador. O enterro foi realizado na tarde desta quinta (12).

 
"Ela era alegre, tranquila, mas deu esse mau passo na escolha dessa pessoa que ela teve a filha. A criança está traumatizada com a situação porque aconteceu na frente dela. Às vezes, ainda pergunta da mãe, e se perguntar sobre a história, ela conta direitinho", revela o pai da vítima, o policial militar Claudenilton Nascimento, 46.

Joselita Alves dos Santos, 67, cuidou da mãe de Claudeane, e a considerava uma "neta de consideração", como ela mesmo define. Apesar da dor, ela ainda teve forças para iniciar uma oração em conjunto com os outros familiares e amigos presentes como uma forma de minimizar o sofrimento. "É doloroso. Infelizmente, foi uma vida ceifada. Tem a justiça de Deus, que é certa, mas também tem de ter a justiça dos homens, né?", comenta.

Era por volta das 16h30 quando, após orações e declarações emocionadas, o caixão com o corpo de Claudeane foi levado até a gaveta mortuária. Nesse momento, a mãe e irmã da vítima, que contiveram os gritos de dor durante toda a cerimônia, não suportaram mais e desabaram.

 
"Volta, minha irmã! Não morra, não! Diga a ela, meu Deus, que eu a amo muito", bradava a irmã, enquanto a mãe, sob efeitos de remédios, não aguentou ficar de pé, e foi amparada por amigos.

O crime

Claudeane foi morta a facadas na última terça- feira (10) pelo ex-companheiro quando foi ao seu encontro para buscar o dinheiro da escola da filha. O corpo da vítima só foi encontrado na manhã seguinte, após vizinhos ouvirem o choro da criança.

As chaves da casa estavam na fechadura. A criança, que pode ter dormido entre a noite e a madrugada, ao lado do corpo da mãe, em estado de choque. Luide trancou a criança com o cadáver da ex-mulher e fugiu.

Em nota, a Polícia Militar informou que policiais da 9ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/São Caetano) foi chamada para checar a denúncia de que havia uma mulher vítima de arma branca. O fato foi constatado por volta de 11h, o local foi isolado e a perícia acionada.

De acordo com a assessoria da Polícia Civil, a delegada Jussara Bispo, titular da 3ª Delegacia de Homicídios do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), já solicitou a prisão temporária de Luide. Agora a polícia aguarda o pedido ser deferido pela Justiça. Se a solicitação for acatada e o homem ainda não tiver se apresentado em uma delegacia, ele será considerado oficialmente foragido.


 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »