22/03/2018 às 14h02min - Atualizada em 22/03/2018 às 14h02min

Arquidiocese da Paraíba realiza nesta sexta-feira Missa e Procissão do Nosso Senhor dos Passos

Assessoria
Foto: Reprodução
Dentro da programação da Pré-Semana Santa da Arquidiocese da Paraíba, acontece nesta sexta-feira, dia 23, às 15h, tem Missa na igreja da Misericórdia, celebrada pelo Arcebispo Metropolitano da Paraíba, Dom Delson. Dessa igreja, por volta das 16h, começa a Procissão com a imagem de Jesus carregando a Cruz (agora a imagem vai ser conduzida descoberta - sem o pano roxo - pelas ruas do Centro da Capital). 
Também às 16h começa a Procissão com a imagem de Nossa Senhora das Dores, saindo da igreja do Carmo.

Os pontos de paradas da procissão serão: Praça Rio Branco, Mosteiro de São Bento, Edifício dos 18 andares, General Osório com Irineu Pinto, Tribunal de Justiça da Paraíba, Assembléia Legislativa da Paraíba e Igreja do Carmo.

Essas duas Procissões se encontram em frente ao Tribunal de Justiça da Paraíba, onde deve ter uma fala do Arcebispo Dom Delson. 

Após o encontro, as duas imagens voltam para a igreja do Carmo. A Procissão do Encontro é também chamada de Procissão dos Passos.

Tendo como tradição do Século XVI, a procissão de Nosso Senhor dos Passos reúne centenas de fies católicos que em gesto de piedade, meditam esses “passos” de Jesus a cada parada.

Como bem falou o Papa Emérito Bento XVI: “Jesus Cristo, o Bom Pastor, conhece também o vale sombrio da morte e do sofrimento porque Ele próprio o atravessou e acompanha-nos, conforta-nos e ampara-nos com a sua força e o seu cajado, na passagem difícil por esse vale que vai dar à vida nova na Sua luz e na Sua paz” (Bento XVI, SS 6).

A história desta devoção, segundo a tradição, remonta à Idade Média, quando os cruzados visitavam os locais sagrados de Jerusalém por onde andou Jesus a caminho do martírio, e quiseram depois reproduzir espiritualmente este caminho quando voltaram à Europa sob forma de dramas sacros e procissões, ciclos de meditação, ou estabelecendo capelas especiais nos templos.

Assim, a devoção ao Nosso Senhor dos Passos é um momento de meditação e um verdadeiro convite à esperança, tendo sua tradição inserida em Portugal pelos Franciscanos ao longo do século XVI, fazendo memória justamente ao caminho feito por Jesus, desde sua condenação no pretório até seu sepultamento após a crucificação no Calvário.

A procissão do Senhor Jesus dos Passos é organizada pela Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves, que tem como pároco o padre Geraldo Magela.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »