29/11/2017 às 20h13min - Atualizada em 29/11/2017 às 20h13min

Vídeo flagra exato momento em que homem é executado a tiros ao passar do portão de casa

News365
Uma gravação feita por câmeras de segurança mostra uma das realidades do Brasil. Em Goiânia, capital de Goiás, um homem, identificado como um trabalhador, está saindo de casa no início da tarde de um domingo, que era 26 de novembro. Do outro lado da rua, há um outro homem, de camisa listrada, parado ao lado de um poste na frente da residência.

É só o trabalhador sair de casa, que o suspeito do outro lado da rua vai atrás dele e dá diversos disparos. As cenas chocam, ainda mais que o atirador não tem receio de cometer o crime em plena luz do dia e na frente de outras pessoas que passam na rua. O assassinato foi cometido no Parque Atheneu.

A Polícia Civil não divulgou muitas informações sobre a vítima, que teria 38 anos. Conforme as autoridades, o que se sabe é que o baleado seria um trabalhador e que nunca teve passagens pela polícia. Já não se sabe se o atirador foi contratado para assassinar o outro homem ou se estava fazendo aquilo por vingança.

Pelas imagens, que não são nítidas, as autoridades ainda não conseguiram identificar quem seria o criminoso.

Como pode ser visto nas imagens, a vítima dá apenas alguns passos ao sair de casa e depois é abordada pelo atirador. O homem dispara e a vítima cai, para finalizar o “serviço”, o criminoso ainda atira com a vítima caída. Depois do crime, o suspeito sai correndo. O que impressiona nas imagens é que um casal está passando pela rua no mesmo momento e quando presencia a cena, apenas começa a caminhar mais rápido, tentando não prestar atenção em um assassinato que está acontecendo logo ali.

Na internet o vídeo está viralizando e os comentários são de que o Brasil está parecendo um “faroeste”, já que os criminosos não se importam mais em atuar durante o dia e com a rua movimentada. Além disso, todos ficaram chocados ao perceber o que o casal teve que presenciar e sem fazer nada, se não, também poderia acabar morto.

As autoridades de Goiás devem continuar investigando o caso para descobrir quem é o atirador e quais seriam as motivações do crime.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »