27/11/2017 às 10h12min - Atualizada em 27/11/2017 às 10h12min

Público lota adro de Igreja no Festival de Música Clássica

Secom/PMJP
Sob os aplausos do público presente no Adro da Igreja de São Francisco, o prefeito Luciano Cartaxo e o diretor executivo da Funjope, Maurício Burity, comemoram o sucesso da abertura do I Festival Internacional de Música Clássica de João Pessoa, neste domingo (26). A apresentação de abertura teve a regência do maestro da Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP), que contou com a participação especial de Wagner Tiso e Leo Gandelman, como solistas.

“A abertura do Festival foi um sucesso grandioso, tanto no que se refere à presença do público quanto à qualidade da apresentação da nossa Orquestra Sinfônica”, avaliou Luciano Cartaxo. O prefeito acompanhou o show ao lado da primeira-dama do Município, Maísa Cartaxo, do vice-prefeito, Manoel Junior, e do secretário executivo da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), Maurício Burity.
Para Luciano Cartaxo, o Festival Internacional de Música Clássica vem se consolidando como uma tradição da cidade neste segmento musical. “Esta é uma oportunidade de dar ao público acesso gratuito à música erudita”, assegurou.

O concerto foi aberto com o “Hino Nacional Brasileiro”, executado pela Orquestra Sinfônica Municipal e, em sequência, os solistas Leo Gandelman e Wagner Tiso iniciaram suas participações. Durante a apresentação, Leo Gandelmam destacou que estava apresentando arranjos inéditos, como na música “Furuvude” (Leo Dandelman e Willin Magalhães).

Fechando a abertura, os dois solistas tocam juntos músicas conhecidas como “Wave” (Tom Jobim) e “Chega de Saudade” (Tom Jobim/Vinicius de Moraes), entre outras.

Promovido pela Prefeitura da Capital, através da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), o evento, que tem o patrocínio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Ministério da Cultura, será encerrado dia 2 de dezembro, com concerto da OSMJP, no Parque da Lagoa.

Nos sete dias de evento, a Capital terá 23 concertos nas igrejas do Centro (Igreja de São Francisco, do Carmo, da Misericórdia, no Mosteiro de São Bento e na Primeira Igreja Batista), e 14 masterclasses (flauta doce, violino, viola, violoncelo e piano), que serão realizadas no Hotel Globo, Igreja de São Francisco e no Centro Cultural Casa da Pólvora, sempre no período da manhã.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »