19/11/2017 às 08h54min - Atualizada em 19/11/2017 às 08h54min

Tatuador é preso em flagrante por alisar partes íntimas de cliente

Metrópoles
Foto: Reprodução
A 23ª Delegacia de Polícia (Ceilândia Sul) prendeu, em flagrante, um tatuador acusado de praticar ato libidinoso contra uma cliente, durante sessão de tatuagem em um estúdio. Segundo a PCDF, foi apurado que o rapaz teria colocado a mão na região genital da vítima duas vezes.

Edson Gomes Trajano da Silva, 36 anos, foi detido e recolhido à carceragem da corporação, onde se encontra à disposição da Justiça. O estúdio de tatuagem fica na QNN 1, no centro de Ceilândia. Depois do abuso, a vítima foi à delegacia e relatou o ocorrido.

 
“O que mais nos surpreendeu foi que a moça já tinha ouvido falar dessa conduta e, mesmo assim, foi adiante. Temos informações de que ele é conhecido entre os tatuadores como ‘jack’ (gíria para assediador) e chegou a ser denunciado em 2013 por esse tipo de ato. Provavelmente outras vítimas podem ter passado por isso, mas não procuraram a polícia”, afirmou o delegado Vítor Dan, da 23ª DP.

O indiciamento do suspeito terá uma qualificadora, já que ele usou da tatuagem como uma forma de enganar a vítima e praticar o abuso. A investigação apurou também que Edson fazia tatuagens em menores de idade sem checar documentos e autorização dos pais.

Como foi pego em flagrante, poucas horas do abuso, o tatuador ficou preso. Ele passará por uma audiência de custódia.

 
                     
PCDF/Divulgação

PCDF/Divulgação


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »