17/11/2017 às 22h03min - Atualizada em 17/11/2017 às 22h03min

Dirigente vê Fla 'pífio' e admite frustração com Conca

GE.com
Rodrigo Caetano pediu a palavra. O diretor de futebol do Flamengo atendeu a imprensa e concedeu coletiva na tarde desta sexta-feira, no Ninho do Urubu, dia seguinte ao revés rubro-negro por 1 a 0 para o Coritiba. O dirigente revelou a frustração com o desempenho do Rubro-Negro.

- Sentimento é de indignação e frustração ao mesmo tempo. Nós temos um grupo de atletas responsáveis. Não vemos nenhum deles tendo qualquer tipo de imagem exposta, desrespeitando o torcedor, muito pelo contrário. Nossa equipe fez bons jogos, mas fez muitos outros que estão abaixo. Esta oscilação nos preocupa muito, nossa campanha fora de casa é pífia.

Na noite de quinta-feira, o Flamengo jogou muito mal novamente. Após o jogo, houve cobrança forte no vestiário. O elenco desembarcou bastante abatido e esgotado no começo da tarde desta sexta-feira, no Rio de Janeiro.

Nesta semana, os torcedores fizeram um protesto em frente ao Ninho do Urubu e, além de cobrar dos atletas, também pressionaram os dirigentes do clube, entre eles Rodrigo Caetano. O diretor de futebol comenta as cobranças e pressão política, e fala sobre possível desligamento do Fla.

- Natural que quando os resultados não saem avaliem os profissionais por isso. Não tive nenhuma conversa nesse sentido com as pessoas que estão acima de mim. Tenho compromisso com o Fla até o ano que vem. Tenho 15 anos na profissão e sempre cumpri meu contrato. Mas o clube tem direito de demitir. Nunca conversei com outro clube com contrato. Preocupação é que o Flamengo volte aos trilhos. Sinceramente não estou preocupado com a minha vida profissional nesse momento. Nos bastidores você sabe as questões que antecedem eleições. Meu desejo não é agradar grupos, mas o Fla. Fla teve momentos bons, mas expectativa alta que não se traduziu em títulos.

Contratado como grande reforço no início do ano, Conca é uma das decepções do Rubro-Negro. O argentino ainda não conseguiu somar 90 minutos em campo pelo Flamengo. Não só a torcida se frustrou com o meia, mas a diretoria também esperava mais do jogador.

- Conca veio com enorme expectativa. É um dos tantos que ao chegarem aqui foram ovacionados e vinha de lesão, sabíamos o risco do negócio, veio de duas cirurgias muito importantes. Só foi possível a vinda dele por que o Flamengo propôs a recuperação. Mas óbvio que frustra, esperávamos a recuperação mais rápida e que ele estivesse ajudando o Fla. Mas foi um ótimo negócio na época. Em condições normais, não conseguiríamos trazê-lo.

O Flamengo volta a campo no próximo domingo, às 17h, na Ilha do Urubu, quando enfrenta o já campeão brasileiro Corinthians, pela 36ª rodada do Brasileirão.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »