15/11/2017 às 06h21min - Atualizada em 15/11/2017 às 06h21min

Médicos suspeitam que bebê internado com traumatismo craniano tenha sofrido maus tratos

ClickPB
O Hospital de Trauma de Campina Grande vai acionar o Conselho Tutelar para investigar o caso de um bebê de 11 meses internada com traumatismo craniano, após a equipe médica ter suspeita de que a criança tenha sofrido agressão física.

O padrasto da criança alega que ela caiu em um batente dentro da casa, na cidade de Areia.

 
"As história não se conectam, não se ligam. Aqui no hospital vemos as condições e as circunstâncias que aconteceram no momento, até para, justamente, investigar questões de maus tratos. Não há uma congruência do que o pai e a mãe falam, além das lesões que encontramos na criança. O padrasto diz que a bebê já caiu da cama 3 vezes, mas não justifica a lesão. Tem um hematoma no olho e tem uma fratura atrás do crânio, que dá a sugerir que foi maus tratos", disse o neurocirurgião Marcos Wagner.

O padrasto da criança nega. "Eu conversei com ele, mas eu disse que eu sou um pai de família; não sou capaz de fazer isso".

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »