03/09/2017 às 07h21min - Atualizada em 03/09/2017 às 07h21min

Segurança baleado na cabeça em frente a escola não resiste aos ferimentos e morre; polícia captura um dos suspeitos

Portal do LitoralPB
Foto: ReproduçãoWhatsapp
O segurança Fábio Lima, 38 anos, conhecido como ‘Fabão’, que foi baleado na cabeça na manhã desta sexta-feira (1), em frente da escola particular no bairro dos Estados, em João Pessoa, morreu na tarde deste sábado (2), no Hospital de Emergência e Trauma da Capital.

Fábio foi atingido com um tiro na cabeça e desde então seguia em estado gravíssimo na UTI do Trauma-JP. Ele passou por uma cirurgia e se recuperava.

Familiares disseram que ele teve várias paradas cardíacas e a pressão craniana estava elevadíssima. Por volta das 14h20, ele não resistiu e morreu. O boletim médico do hospital confirmou a morte do homem.

O crime

De acordo com testemunha, Fábio observou que uma mulher estava sendo assaltada por uma dupla de moto quando ela parava o carro e deixava o filho na escola. Ele reagiu e ainda conseguiu imobilizar um dos criminosos.

Fábi ainda entrou em luta corporal com um dos bandidos foi quando ele conseguiu se soltar e atirar contra o segurança. O homem foi atingido na cabeça e socorrido pelo Samu em estado gravíssimo para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.

Após o tiro, os bandidos fugiram sem deixar pistas. Fábio Lima também trabalhava como agente na Vara da Infância e Juventude da Capital.

Prisão de um suspeito
 
Um homem foi preso na noite deste sábado (2) apontado pela polícia como sendo um dos participantes do assassinado do segurança particular Fábio Lima, 38 anos, que foi baleado na cabeça ao livrar uma mãe de ser assaltada em frente de uma escola particular, em João Pessoa, quando estava deixando sua filha na aula. O crime aconteceu nessa sexta (1º).

O suspeito que é da comunidade Porto de João Tota, no bairro de Mandacaru, se entregou a Polícia em João Pessoa.

Ao ser preso, ele negou qualquer participação do assassinato e disse que na hora do crime estava em casa na companhia da família. O rapaz foi levado para a Delegacia de Homicídios de João Pessoa.

O suspeito foi identificado sendo Rafael Antunes Lima da Silva, 28 anos, vulgo Rafael Bode. O segundo suspeito também foi identificado pela polícia que pode prende-lo a qualquer momento.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o governador Ricardo Coutinho deve deixar o governo para ser candidato a Senador?

67.5%
32.5%