14/08/2017 às 14h02min - Atualizada em 14/08/2017 às 14h02min

Governador nomeia Seráphico como novo procurador-geral de Justiça da PB

ParlamentoPB
Foto: Reprodução
O governador Ricardo Coutinho anunciou, nesta segunda-feira (14), durante seu programa semanal de rádio, a nomeação de Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho para o cargo de procurador-geral de Justiça. Ele foi o mais votado em lista tríplice do Ministério Público da Paraíba.

Francisco  Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho obteve 153 votos e será empossado no cargo no dia 29 de agosto.

“O ordenamento jurídico disponibiliza para o governador a escolha de uma nome dentro de uma lista tríplice. O Ministério Público estadual faz um consulta interna e a partir disso o governante chama para si a responsabilidade de poder definir o procurador-geral de Justiça. Durante este mandato eu já tive a oportunidade de nomear três e hoje estou fazendo pela quarta vez”, pontuou o governador.

Coutinho ressaltou que recebeu três nomes dignos (Francisco Seráphico, Amadeu Lopes e João Arlindo) e afirmou que se sentira honrado em nomear qualquer um deles.

Antes de anunciar o nome de Seráphico, o governador fez elogios a Bertrand Asfora, atual procurador-geral de Justiça. “Acabei de assinar o ato, com o promotor Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho, que passa a ser o novo procurador-geral de Justiça”, disse.

Francisco Seráphico é 2º promotor de Justiça da Promotoria de Justiça Cumulativa de Santa Rita. Ocupou as promotorias de : Patos, Campina Grande, João Pessoa, Cruz do Espírito Santo, Mari, Soledade, São Mamede, Pombal, Malta e Paulista.

Já exerceu os cargos de secretário-geral e secretário de Planejamento e Gestão do MPPB. Integrou a Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e à Improbidade Administrativa (Ccrimp), a Assessoria Técnica e a Coordenação do Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (Ncap). No biênio 2013-2015, exerceu o cargo de presidente da Associação Paraibana do Ministério Público. Mestre em Direitos Humanos pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), especialista em Direito Processual pela UNP e professor do Centro Universitário de João Pessoa (Unipê).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »