06/08/2017 às 18h19min - Atualizada em 06/08/2017 às 18h19min

Homem mata namorada após ela dizer o nome do ex-marido durante o coito

O Dia
Foto: Reprodução
Fidel Lopez, de 26 anos, foi condenado nesta quinta-feira à prisão perpétua pelo assassinato da namorada maria Nemeth, de 31 anos. O crime, que ocorreu em 2015, aconteceu após a vítima dizer o nome do ex-marido enquanto o casal fazia sexo.

De acordo com a investigação, Maria havia bebido e acabou desmaiando após a relação sexual. Furioso por ter sido confundido com outro, Fidel quebrou os objetos do apartamento da vítima e depois a estuprou com objetos afiados, arrancando parte de seu intestino.

Após o ocorrido, ele ligou para a polícia dizendo que a namorada havia passado mal durante o sexo, mas depois assumiu o crime. “Ela estava me confundindo com ele. Nesse ponto, eu fiquei furioso. Fiquei muito, muito furioso”, disse às autoridades.

Durante o julgamento sentenciou Fidel à prisão perpétua, o condenado pediu perdão aos familiares da vítima: “Hoje, estou feliz em cumprir essa sentença. Eu sei que preciso pagar pelo que fiz. Irei pagar com minha vida pela vida que tirei. Peço perdão à família de Maria”, disse na presença da mãe e do tio da vítima.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »