02/08/2017 às 10h15min - Atualizada em 02/08/2017 às 10h15min

Neymar se despede do Barça e aguarda anúncio do PSG

Torcedores.com
Neymar anunciou aos seus companheiros que está trocando o Barcelona pelo PSG (Foto: Reprodução/Instagram oficial do Barcelona)
“Neymar Jr comunicou ao vestiário sua saída do clube e se despediu de seus companheiros. O treinador lhe deu permissão para não treinar e resolver seu futuro”, disse o Barcelona em comunicado oficial.

O brasileiro foi o último a chegar ao vestiário da equipe azul grená, às 9h (4h no horário de Brasília). A atividade estava marcada para as 9h30. O camisa 11 entrou no vestiário, comunicou aos companheiros que estava deixando o clube e saiu logo depois da Ciutat Esportiva Joan Gamper sem dar declarações.

A atividade foi a primeira na Espanha após a turnê do clube catalão pelos Estados Unidos. No país norte-americano, o Barça conquistou a International Champions Cup, ao vencer Juventus, Manchester United e Real Madrid. Neymar marcou três dos seis gols da equipe. Depois, o atacante brasileiro foi para a China, onde cumpriu compromissos comerciais.

O Paris Saint-Germain pagará a cláusula rescisória do jogador, de 222 milhões de euros. O brasileiro receberá o maior salário do mundo do futebol: 30 milhões de euros (cerca de R$ 110 milhões). De acordo com o jornal Sport, o favorito para assumir o posto de Neymar é outro brasileiro: Philippe Coutinho. O Barça estaria disposto a oferecer 100 milhões de euros ao Liverpool pelo atacante.

Problema à vista

O presidente da Liga de Futebol Profissional da Espanha, Javier Tebas, afirmou que não vai aceitar o pagamento da multa rescisória do Brasileiro.
“A denúncia está pronta e será enviada à UEFA, à União Europeia e à Corte Suíça. O que denunciamos é a competição desleal. O PSG é um exemplo claro de doping financeiro. As contas do PSG mostram que o clube tem mais receitas comerciais do que Real Madrid e Manchester United, ou seja, tem um valor de marca superior aos dois clubes. Isso é impossível. Não aceitaremos esse dinheiro de um clube como o PSG que, sem pertencer à La Liga, quer adquirir um direito da nossa organização, ainda mais quando estão infringindo normas e leis”, revelou Javier Tebas, em entrevista ao jornal espanhol AS.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »