27/01/2022 às 06h12min - Atualizada em 27/01/2022 às 06h12min

Negacionista provoca médicos, retira máscara de oxigênio e morre de Covid-19

Um negacionista e antivacina italiano morreu em decorrência do coronavírus, após retirar a máscara de oxigênio do hospital, insistindo que não tinha Covid-19. As informações são do Daily Mail. Com Pragmatismo Político

De acordo com a mídia local, Luigi Cossellu, de 28 anos, da província costeira de Terracina, negou a existência de coronavírus e se recusou a ser vacinado. Em diversas postagens nas redes sociais, o jovem se referia à pandemia como “invenção chinesa” e chamava a vacina de “experimento comunista”.

Ele foi internado no Hospital Santa Maria Goretti, em Latina, ao sul de Roma, em 16 de janeiro. Cossellu foi diagnosticado com insuficiência respiratória aguda e foi transferido para uma unidade de terapia intensiva.

Na UTI, ele recebeu uma máscara de oxigênio, que arrancou em provocação aos médicos, questionando o diagnóstico de Covid-19. Após sofrer com falta de ar, o paciente colocou a máscara de volta, mas a condição de saúde já tinha piorado e ele acabou morrendo.

O pai de Cossellu, de 55 anos, também contrário à vacina, está sendo tratado de Covid-19 no mesmo hospital e está intubado.

A Azienda Sanitaria Locale de Latina, órgão de saúde do país, informou que moradores da região frequentemente chegam ao hospital com sintomas graves, depois que o vírus já progrediu. “Eles já são graves porque por sua parte há negação da doença”, declarou Silvia Cavalli, diretora-geral do órgão de Saúde, ao jornal “Il Gazzettino”.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »