22/01/2022 às 18h11min - Atualizada em 22/01/2022 às 18h11min

Pastor é morto após se negar a pagar R$ 10 por conserto de luz

Pleno.News
Foto: Divulgação/PM
Um pastor evangélico foi assassinado a tiros, em Palmas, no Sul do Paraná, após se recusar a pagar R$ 10 pelo conserto da energia elétrica da igreja. Outra pessoa também morreu, e mais quatro ficaram feridas no ataque. O caso aconteceu entre a noite de sexta-feira (21) e a madrugada deste sábado (22).

De acordo com a PM, a igreja e a casa do pastor, anexa ao templo, compartilhavam da mesma energia elétrica e possuíam ligações clandestinas, os chamados “gatos”. Quando o sistema parou de funcionar, na noite de ontem, o pastor solicitou os serviços de um morador da região.

Segundo testemunhas, após o conserto, o homem cobrou R$ 10 pelo serviço, e o líder religioso se negou a pagar. Neste momento, iniciou-se uma confusão entre os dois e outras pessoas, que tentaram intervir. O vizinho então saiu do local, e retornou pouco tempo depois, com dois irmãos. Eles efetuaram disparos contra um grupo de pessoas que estava na porta da igreja.

Quatro homens, que tinham entre 21 e 32 anos, foram baleados. O que tinha 25 anos morreu. O suspeito de atirar contra o grupo foi baleado no abdômen. Ele foi socorrido e recebeu voz de prisão ainda no hospital.

Ainda na madrugada de hoje, quatro pessoas encapuzadas invadiram a casa do pastor. Ele saiu para verificar do que se tratava e foi morto com mais de 10 tiros. Ele morreu no local.

Pessoas da comunidade se revoltaram com o crime e incendiaram a casa de um dos suspeitos de matar o pastor.

A Polícia Civil do Paraná investiga o caso.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »