20/10/2021 às 14h33min - Atualizada em 20/10/2021 às 14h33min

João Azevêdo nega estremecimento com Veneziano e anuncia concurso para professores em 2022

Em entrevista concedida na manhã desta quarta-feira, 20, à Rádio BandNews FM Manaíra de João Pessoa, o governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania) falou sobre diversos assuntos administrativos e políticos. Ele garantiu que o Estado realizará concurso público para professores em 2022

“No próximo ano vamos realizar porque durante a pandemia não tivemos essa condição até porque as aulas presenciais estavam suspensas. Essa necessidade durante a pandemia, não tivemos, mas aproveitamos o primeiro concurso feito em 2019 e chamamos 600 aprovados em 2020 e vamos realizar outro concurso no próximo ano com certeza”, explicou ele.

A respeito da reunião mantida na segunda-feira com os deputados da base, o governador disse que o encontro foi positivo e admitiu que ouviu queixas de alguns parlamentares sobre sua presença nas bases: “Nessa pandemia, nós reduzimos realmente as viagens e suspendemos inaugurações para evitar aglomerações. Evitamos isso, mas já retomamos a agenda. Com certeza, sem fazer comparações, sou o governador que mais recebeu prefeitos em audiência. Já são mais de 120 que eu recebi e tenho ainda agenda com mais 80. Que bom!Temos feito isso sem nenhum problema. Ainda bem que essas foram as queixas”.

Romero – João comentou as especulações sobre sua aproximação com o pré-candidato de oposição ao Governo, Romero Rodrigues (PSD) e disse que “ainda” não conversou com ele. “A cada dia, alguém escreve uma nota sobre isso. Na Paraíba, isso tem se reproduzido de maneira rápida. Não estive com ele, mas não tenho nenhum problema para conversar com ele e já disse que quando tiver oportunidade vou sentar para discutir a política da Paraíba com ele. A partir daí, é especulação. Vamos para uma reeleição em 2022 e é natural que tentemos ampliar a base de apoio, mas especificamente em relação a Romero, não discutimos nada ainda. E por que eu digo ainda? porque eu posso dialogar com a maior naturalidade do mundo”.

Ana Cláudia e Veneziano Vital – Em relação ao mal estar ocorrido em Campina Grande quando esteve para anunciar e entregar obras em comemoração aos 157 anos da Rainha da Borborema, João informou que até agora não conversou com o senador Veneziano Vital e nem com a secretária de Articulação e do Desenvolvimento Social, Ana Cláudia, que deixou a solenidade que ocorrida naquela data chateada por não ter sido convidada para a composição da Mesa do evento. Apesar disso, o governador disse que sua relação com o casal Vital do Rêgo continua sendo boa. “Minha relação é a mesma que tinha há muito tempo atrás. Não seria um ato como esse que poderia gerar um rompimento. Outros fatos poderiam gerar, mas esse não”.

ParlamentoPB


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o governador Ricardo Coutinho deve deixar o governo para ser candidato a Senador?

67.5%
32.5%