05/09/2021 às 18h58min - Atualizada em 05/09/2021 às 18h58min

Anvisa pede e PF acompanha argentinos até embarque no aeroporto

Após a suspensão do jogo entre Brasil e Argentina, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) solicitou a Polícia Federal que acompanhasse a delegação argentina até o aeroporto para garantir que os quatro jogadores que descumpriram o protocolo contra a covid-19 no Brasil sigam para o país de origem. Além disso, a agência pede abertura de processos contra os atletas. 

"Anvisa informa que as medidas administrativas requisitadas são: acompanhar os quatro jogadores até o aeroporto; ter certeza que eles seguem para o país de origem e abertura de processo", disse a Anvisa, em breve comunicado.

Emiliano Martínez e Emiliano Buendia, ambos do Aston Villa, e Giovani Lo Celso e Cristian Romero, do Tottenham, deveriam ter cumprido quarentena obrigatória de 14 dias antes de entrar no Brasil, mas não o fizeram — a exigência é para viajantes vindo do Reino Unido, África do Sul, Irlanda do Norte e Índia.

Os atletas descumpriram a portaria 655/2021, de acordo com a Anvisa. Em seu artigo 8o, a portaria informa que "o descumprimento do disposto nesta Portaria implicará, para o agente infrator: I - responsabilização civil, administrativa e penal; II - repatriação ou deportação imediata; e III - inabilitação de pedido de refúgio."

Os jogadores da Argentina se retiraram de campo após um grupo de fiscais da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) interromper o jogo contra o Brasil minutos depois do apito inicial. As autoridades de saúde pediam a retirada dos quatro jogadores que descumpriram os protocolos sanitários contram a covid-19: Giovani Lo Celso, Emiliano Martínez, Cristian Romero e Emiliano Buendía.

O jogo foi interrompido logo aos quatro minutos de jogo, depois de paralisação por falta dentro de campo. Em primeiro momento, os agentes de saúde discutiram com o delegado da partida, mas na sequência entraram no gramado e tentaram retirar os atletas. Por conta do ocorrido, os jogadores argentinos se retiraram de campo e a partida acabou suspensa pela Conmebol.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a eleição fosse hoje, em quem você votaria para Presidente da OAB/PB?

21.3%
41.0%
34.8%
0.6%
2.4%