05/06/2021 às 14h37min - Atualizada em 05/06/2021 às 14h37min

Locutor e produtor sertanejo morre de Covid-19 após esconder doença de amigos

Metrópoles
Foto: Reprodução
Após passar mal em decorrência da Covid-19, o locutor Roney Costa, 42 anos, morreu nessa quinta-feira (3/6). Conhecido pelo bordão “Roney Costa: o locutor que você gosta”, Roney, que também é produtor sertanejo, tem no currículo trabalhos com o compositor Henrique Marx, conhecido como “Médico Cantor”, que gravou parcerias com Bruno & Marrone e Edson & Hudson, entre outros.

Segundo a irmã de Roney, Keila Costa, informou ao G1, ele estava sozinho no interior paulista quando morreu. O locutor teve sintomas como tosse, garganta inflamada, fraqueza e dor no corpo. Ele avisou apenas familiares mais próximos sobre a condição de saúde.

“Ele não quis preocupar os amigos com isso, preferiu ficar isolado. Ele tinha a esperança de se recuperar essa semana, mas infelizmente não deu tempo e não resistiu”, lamentou a irmã.

Segundo apurado pelo G1, Roney passou mal em casa, com falta de ar, e precisou ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros. Ele foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu e morreu no mesmo dia. Roney foi sepultado ainda na sexta-feira (4/6) no Cemitério do Araça, em São Paulo. Ele deixa os pais, irmãos, cunhados e sobrinha.

“Ele foi uma pessoa muito maravilhosa, prestativa, um profissional dedicado. Ele estava sempre preocupado com o melhor para nós em seus trabalhos”, relembrou o compositor Henrique Marx. Os dois haviam começado a trabalhar juntos em 2009 e fizeram várias parcerias durante esse tempo.

O amigo afirmou que a morte de Roney foi uma surpresa para todos os conhecidos, já que o produtor não contou que estava com a doença.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »