16/05/2021 às 17h46min - Atualizada em 16/05/2021 às 17h46min

Após mais de 10 anos em afiliada da Globo, repórter cinematográfico que teve moto tomada por assalto deixa emissora

Polêmica Paraíba
O cinegrafista Walter Paparazzo informou em suas redes sociais neste domingo (16), que não faz mais parte da equipe de cinegrafistas da TV Cabo Branco, na publicação, ele não explica o motivo de sua saída e, nem se foi demitido pela empresa, mas destaca que “não vai sair magoado” e, que entregou sua vida “de corpo e alma” ao trabalho.

Foram mais de dez anos de muita luta , muitos desafios , muitas madrugadas , furos eu perdi a conta , sabe qd vc entrega sua vida de corpo e alma assim foi eu , não vou sair magoado, mesmo assim amei fazer parte do plim plim Paraíba , aprendi , ganhei e perdi mas a vida segue , vou comprar outra moto pq o homem lá de cima nunca me despresou e vou encarar NOVOS DESAFIOS assim apareça pq Quandoaconteceopaparazzoaparece.

 
Paparazzo está atualmente sem uma de suas principais ferramentas de trabalho, a moto que o cinegrafista usava para percorrer a cidade em busca de furos jornalísticos foi roubada na terça-feira (11), o assalto aconteceu na frente da casa dele, no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa. O suspeito estava armado e roubou a motocicleta, um capacete e um telefone celular.

A moto roubada tinha apenas três meses de uso. A polícia foi acionada para tentar identificar o suspeito e recuperar os bens roubados, mas até agora não obteve êxito.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »