02/05/2021 às 16h59min - Atualizada em 02/05/2021 às 16h59min

Motorista de app espanca mulher após ela chutar porta de carro

Um motorista de aplicativo espancou uma passageira com empurrões e socos no rosto. As agressões ocorreram em Birigui (interior de São Paulo), na última terça-feira (27), após a mulher ter chutado a porta do carro.

Uma câmera de segurança flagrou o ato violento. No vídeo, é possível ver o momento em que a passageira desce do carro, mas é chamada pelo condutor e se aproxima novamente. Depois de os dois conversarem, a mulher chuta a porta do automóvel. O motorista sai do veículo e parte para cima da passageira, que pegou o celular e começou a filmar.

Em seguida, o homem agride a mulher com um soco no rosto, a puxa pelo pescoço e começa a empurrá-la para, em seguida, golpeá-la novamente. O celular da passageira cai no chão, e o homem lhe desfere mais um soco no rosto.

Com parte da camiseta rasgada, o motorista de aplicativo entrou no veículo e foi embora. Moradores se aproximaram para socorrer a vítima, que acionou a Polícia Militar. Um boletim de ocorrência, no qual o homem e a mulher figuram como vítima e autor, foi registrado por lesão corporal.

De acordo com o B.O., obtido pelo portal G1, a mulher de 27 anos alegou ter solicitado uma corrida até uma farmácia, desceu do carro ao chegar ao destino e foi questionada pelo motorista sobre os motivos de ter batido a porta.

Ela também afirmou que, depois de se aproximar, o homem desceu do carro e começou a agredi-la com socos no rosto e na cabeça, além de ter arranhado o rosto do motorista de aplicativo para tentar evitar as agressões.

Antes de a passageira procurar a polícia, o motorista tinha ido à delegacia para apresentar a versão dele sobre os fatos. Ele chegou com a camiseta rasgada, diversos arranhões pelo corpo e sangrando.

Segundo o boletim de ocorrência, o motorista disse que foi contratado para fazer uma corrida, mas, ao chegar ao destino, discutiu com a passageira porque a mulher havia batido a porta e começou a ser agredido, sendo necessário se defender.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »