19/04/2021 às 08h47min - Atualizada em 19/04/2021 às 08h47min

Aluno aparece fazendo SEXO durante aula virtual de universidade e vídeo viraliza: ASSISTA

NSC TOTAL
Os alunos e uma professora da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) presenciaram uma cena constrangedora durante uma aula on-line, na última sexta-feira (16), em Florianópolis. Durante a videochamada do curso de graduação, um dos estudantes da turma deixou a câmera ligada enquanto fazia sexo.

Veja:

Os alunos desconectaram e reiniciaram a apresentação da aula virtual. De acordo com a UFSC, a câmera aberta seria a de um aluno que usava o computador da namorada.

Procurada pela reportagem, a administração central da universidade tomou conhecimento da situação durante a manhã deste domingo (18). Em nota, a UFSC informou, ainda no fim da manhã, que já estão sendo adotadas as medidas administrativas cabíveis a fim de apurar as responsabilidades acerca do episódio.

Segundo a universidade, o estudante já foi identificado. Serão apuradas, agora, provas e evidências e, a depender do parecer de comissão específica, podem ser aplicadas penas de advertência, suspensão ou até mesmo exclusão do estudante.

A universidade também prestou solidariedade à professora responsável pela disciplina. A conduta dos responsáveis pela divulgação do vídeo também será apurada.

Leia a nota na íntegra:

“A Coordenação do Curso de Graduação em Administração, a Direção do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH) e a Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) da UFSC informam que já estão sendo adotadas as medidas administrativas cabíveis a fim de apurar as responsabilidades de um lamentável episódio ocorrido em uma aula remota de disciplina oferecida a uma turma do curso de graduação em Administração da UFSC.

O estudante responsável pela conduta já foi identificado e deverá ser apurado o ato, no sentido de reunir as provas e evidências da grave falta disciplinar, com base na Resolução Normativa 017/CUn/1997. A depender de parecer de comissão específica, podem ser aplicadas penas de advertência, suspensão ou até mesmo exclusão.

A Coordenação do curso, a Direção do CFH e a Prograd prestam total solidariedade à docente responsável pela disciplina, ao mesmo tempo em que irão requerer a abertura de procedimento para apurar não apenas a conduta do estudante, mas dos responsáveis pela divulgação do vídeo em que está configurada a infração disciplinar.

Além disso, manifestamos nossa absoluta defesa da professora, do curso em todas as suas instâncias e da UFSC, que não têm medido esforços para manter a reconhecida qualidade do ensino e da formação, diante de todas as restrições, limitações e ameaças à universidade pública brasileira.”
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »