11/04/2021 às 10h36min - Atualizada em 11/04/2021 às 10h36min

"A covid-19 arrancou uma parte de mim", por Paulo Neto

Quem somos nós para julgarmos os desígnios de Deus? Contestarmos seus propósitos para nossas vidas?

Deus nos dá o dom da vida com um sopro em nossas narinas, mas também quando ele decide que devemos voltar para os seus braços Ele toma de volta do jeito que Ele quer, pq ele é soberano. E assim Ele fez neste domingo, logo nos primeiros minutos, com uma pessoa que eu amo.

A Covid-19 invadiu minha família esta semana. Com poucos dias de uma luta desigual, que não deu sequer o direito do oponente lutar contra ela de forma igualitária, tirou de mim não apenas um cunhado, mas um padrinho de casamento (e eu já estava convidado pra ser dele tb no fim do ano), um ouvinte e mais do que tudo: UM AMIGO.

E a Bíblia fala em Provérbios que "há amigos mais chegados que irmãos".

Professor Vinícius Lins foi (e sempre será) um amigo irmão que Deus me deu e que levou de volta aos seus braços.

Fui a última pessoa (familiar) a vê-lo com vida. Prometi a mim mesmo que só deixaria aquela UPA Oceania perseguindo a ambulância que o levaria transferido para um hospital da capital. Não deu tempo. Falhei em minha promessa e Deus me deu a dura missão de informar a sua amada irmã (e minha esposa) que ele havia partido.

Não foi fácil. Nunca é e nunca será. Não sei fazer isso, não quero mais fazer isso.

Do lugar onde agora vc está eu tenho certeza que viu como sua mãe segurou minha mão ao saber da notícia em plena madrugada. Ela atendeu seu pedido.

Muito obrigado meu irmão, por tudo. Vc não tem ideia do quanto você é, foi e sempre será importante em minha vida. A segunda chance que vc me deu em ser uma pessoa melhor, eu jamais irei jogar fora.

Fica em paz. Fica bem. Deus é contigo

Amo você
Texto compartilhado do Instagram

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »