22/05/2017 às 04h07min - Atualizada em 22/05/2017 às 04h07min

Após ser acusado de receber propina camuflada de doação oficial da JBS, Santiago diz que nunca ouviu falar em Joesley

Redação com Blog Marcone Ferreira
A delação dos donos da JBS está perdendo força. Serviu apenas de benefício para os proprietários da empresa, que ganharam liberdade e deixaram o país para sobreviver nos Estados Unidos. Citado por um dos delatores, o PTB do ex-senador Wilson Santiago teria recebido R$ 500 mil na campanha de 2014.

Em nota, Santiago confirmou que recebeu a doação legal de campanha, tendo destacado, ainda, não ter nenhuma ligação com Joesley e Wesley, os irmãos “Batista” que jogou a “bomba atômica” no Brasil e saíram de perto para não ver o estrago. A definição é essa mesmo.

Abaixo, a nota de esclarecimento:

“O presidente do PTB da Paraíba, Wilson Santiago, informou que recebeu doação oficial da direção nacional da legenda no valor de R$ 500 mil, oriundo da empresa JBS. O montante foi para a campanha eleitoral de 2014.

Wilson Santiago, destaca que não tem nenhuma relação com os donos da empresa JBS.

O dirigente afirma ainda que a doação foi feita de maneira legal, oficial e que todo o montante repassado consta na sua prestação de contas, que já foi aprovada pela Justiça Eleitoral.”

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »