14/05/2017 às 15h35min - Atualizada em 14/05/2017 às 15h35min

Acompanhado da Primeira Dama, Cartaxo participa do dia D contra gripe em João Pessoa

Redação com Secom-JP
A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou ao longo deste sábado (13) o dia D da Campanha Nacional de Vacinação gripe, que, durante a manhã, contou com a presença do Prefeito da Capital, Luciano Cartaxo, acompanhado da Primeira Dama, Maísa Cartaxo, na Praça da Independência, um dos pontos de vacinação. A vacinação aconteceu até as 17h e além da praça está disponível em todas as Unidades de Saúde da Família (USFs), no Centro Municipal de Imunização (CMI) e em alguns pontos volantes espalhados pela cidade. 
 
“Hoje é um dia muito importante, estamos espalhados nas diversas regiões da cidade de João Pessoa para atender a população que integra o grupo de risco e vamos continuar trabalhar nesse sentindo durante todo esse mês de maio e nos proximos finais de semana no sentido de atender a população. Aproveito para fazer o convite para que a população possa aderir ao chamamento do Ministério da Saúde e da Secretaria Municipal de Saúde e venha se vacinar, já que a vacina contra a gripe e mais uma forma de ofertarmos saúde pública da melhor qualidade à nossa população”, destaca o Prefeito Luciano Cartaxo.
 
A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS): (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). Este ano, a meta da SMS é imunizar em torno de 170 mil pessoas entre crianças de seis meses até menores de 5 anos, pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), integrantes do sistema prisional, professores e pessoas com comorbidades, que integram os grupos de risco.
 
O Secretário de Saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio, destaca a importancia da vacina.
“A cobertura vacinal tem como efeitos a diminuição da mortalidade infantil, aumento da expectativa de vida da população, além de ter o aspecto de educação em saúde, que incentiva e cria uma conscientização sobre a importancia da vacina e da proteção ofertada por ela”, comenta. 
 
No polo de vacinação da Praça da Indepencia, além da vacina também foram ofertados momentos lúdicos como algodão doce, pipoca, pula pula e palhaço e recreação para as crianças e atividades físicas para os idosos.
 
Dona Maria Lucia de Oliveira, 61 anos, chegou cedo na Praça da Independecia para tomar a vacina. “Sempre que tem campanha de vacinação participo porque entendo que é uma forma de proteção, que vai me ofertar mais qualidade de vida e evitar que eu fique doente o que importante demais, principalmente para quem, como eu, já está na melhor idade”, comenta a aposentada. 
 
A campanha começou no dia 17 de abril e segue até o dia 31 de maio. A meta é vacinar 90% das pessoas que integram o grupo de risco e assim garantir uma proteção para a população. Quem não conseguiu se vacinar ontem poderá ser vacinado ainda durante a semana e/ou nos próximos três sábados. 
 
“Estamos sentindo desde o inicio da campanha uma baixa adesão da população, o que tem acontecido em todo o país, e entendemos que isso aconteça pela dificuldade da população ir ao posto de saúde durante a semana por conta de seus afazeres, por isso estaremos nos dias 20 e 27 de maio e 3 de junho realizando mobilizações da campanha para que as pessoas possam se vacinar”, explica a chefe de imunização da SMS, Chiara Dantas.
 
 Ela lembra que só podem ser vacinados pessoas que integrem o grupo de risco e que ainda não tenham tomado a vacina este ano. “Para tomar a vacina é necessário documento de identidade com foto, cartão de vacina e a prescrição médica para pessoas com comorbidades e contracheque comprovando a profissão de professor”. 
 
São pontos volantes para a vacinação: os shoppings Manaíra, Tambiá, Sul e Mangabeira, a Praça da Independencia e o supermercado Extra da Epitácio Pessoa. 
 
Proteção - A vacina é uma forma de prevenção e é preconizada pelo Ministerio da Saúde. “Assim como qualquer outro tipo de vacina pode gerar alguma reação, mas nada que seja motivo para preocupação e deixar de ser vacinado, pois o principal da vacina que é prevenir ela faz, por isso reforçamos a importancia da vacinação”, destaca a enfermeira e diretora do Distrito Sanitário IV, Katherine Kathlen. 
 
Como prevenir – A principal medida de prevenção da gripe é a vacinação, sobretudo os profissionais de saúde orientam sobre a importância para higiene das mãos e dos ambientes. “Deve-se lavar as mãos frequentemente com água e sabão, especialmente depois de tossir ou espirrar. Se isso ocorrer, cobrir o nariz e a boca com um lenço, preferencialmente descartável, além de não compartilhar alimentos ou copos e toalhas de uso pessoal”, orientou a coordenadora do setor de imunização da SMS.
 
Pessoas com qualquer tipo de gripe devem evitar ambientes fechados e com aglomeração de pessoas, como também não devem usar medicamentos sem orientação médica e procurar o médico ou unidade de saúde mais próxima. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »