12/05/2017 às 13h20min - Atualizada em 12/05/2017 às 13h20min

Operação Gabarito: Irmã de Diogo Nascimento, agente morto por Rodolpho, um fiscal de obras de Santa Rita e mais três são presos

Redação com PBhoje
web
Está recolhida na Central de Polícia Civil de João Pessoa, a jovem Dayane Nascimento de Sousa, que foi presa na manhã desta sexta-feira (12), na segunda fase da ‘Operação Gabarito’, que investiga fraude em concurso público na Paraíba e em outros estados. Dayane é irmã do agente de trânsito Diogo Nascimento, morto em janeiro, durante uma blitz da Lei Seca na Capital.

De acordo com a Polícia Civil, a jovem foi presa em casa no bairro de Quadramares, em João Pessoa, e não resistiu à prisão. Ainda segundo a PC, ação foi em cumprimento a um mandado de prisão temporária expedido pela Justiça. Mais 22 duas pessoas são alvo dessa etapa da ‘Gabaritos’.

Durante as investigações, a Polícia Civil constatou que Dayane tinha ligação com os presos considerados chefes do esquema criminoso e um veículo HB20, apreendido no Rio Grande do Norte com a quadrilha, pertence a jovem.

Pelas investigações policiais são suspeitos de vários estados do país, que foram aprovados em cerca de 70 concursos para órgãos estaduais, municipais e federais, cujos salários iniciais variavam entre R$ 10 mil e R$ 12 mil. A Operação Gabarito foi deflagrada no domingo (7), quando 19 pessoas foram presas em João Pessoa e no Rio Grande do Norte, durante a realização do concurso do Ministério Público do RN.

Os suspeitos fraudavam documentos para facilitar empréstimos para pagar a fraude, diplomas para ingresso no cargo e gabarito da prova. Entre os presos estão dois irmãos, apontados como líderes do grupo e já aprovados em 29 concursos. A quadrilha cobrava até R$ 150 mil para vender o “kit completo” de aprovação.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »