07/11/2020 às 18h10min - Atualizada em 07/11/2020 às 18h10min

Vereador de Bayeux que usou certificado de escolaridade falso e culpou seu partido é investigado pela Polícia Federal

Roni ficou revoltado ao descobrir que, em seu depoimento à PF, seu colega afirmou que não tinha culpa pelo certificado falso enviado ao Tribunal Regional Eleitoral. Alegou que foi o seu partido, o PMN, quem enviou o documento.

Roni, que era presidente do PMN à época do envio do documento à Justiça Eleitoral, foi à tribuna e disse que a responsabilidade pelos documentos enviados ao partido foi do vereador Zé Baixinho: “O partido não tem como saber se é falso, apenas digitaliza e manda para a Justiça Eleitoral.”

E arrematou: “O documento é falso, é falso, e o partido não tem nada a ver com essa falsificação!”

CONFIRA VÍDEO…

Blog Helder Moura

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »