23/04/2017 às 18h55min - Atualizada em 23/04/2017 às 18h55min

BAYEUX: Vereador chama secretários de 'bandidos' e diz que 'Berg não manda em nada'; secretário rebate

News Paraíba
Numa noite de sábado movimentada, mais um capítulo do acirramento político em Bayeux foi escrito com palavras fortes e um suposto caso de tráfico de influência com fins eleitoreiros dentro da gestão pública bayeuxense.

“Bandidos!”. Foi assim que o Ver. Adriano Martins (PMDB) reagiu à demissão do médico Otávio Pinho, ex-secretário de Saúde e atual Coordenador do Núcleo DST/AIDS do município.

Segundo o parlamentar, o médico foi demitido por ter descoberto uma pessoa dentro do setor de marcação de exames e consultas da Secretaria de Saúde, indicada pelo Secretário de Planejamento, Ronaldo Luiz, que estaria pleiteando uma vaga na Assembleia Legislativa no próximo pleito eleitoral, em 2018, e usando o setor para obter dividendos políticos em detrimento do correto funcionamento da máquina em favor da população, ferindo diretamente o livre acesso ao serviço por parte da população, favorecendo as pessoas já indicadas para receberem os benefícios.

“Isso é uma vergonha. Essa administração com um bocado de bandidos. Bandidos! Dentro da administração. O Ronaldo e o Luiz Carlos tanto ‘fez’ que tirou Dr. Otávio. Um homem de referência internacional, porque Dr. Otávio descobriu que tinha uma pessoa na marcação de exames e consultas indicada por Ronaldo, que é candidato a deputado”, denunciou o vereador.

Ainda segundo o parlamentar outro auxiliar do prefeito Berg Lima (Podemos), o Chefe de Gabinete, Luiz Carlos Targino, teria se envolvido no episódio e, em defesa de Ronaldo, procurado o secretário de Saúde, Jordane Reis, e pedido a cabeça do Dr. Otávio pelo fato deste ter descoberto a pessoa que estaria favorecendo o secretário de planejamento.

“Foi o Luiz Carlos lá e fez a maior zoada com o Secretário de Saúde, Jordane, pra tirar o Otávio. Berg não manda em nada! Foi Ronaldo e Luiz Carlos quem foram demitir Dr. Otávio, o único dessa administração que é filho natural de Bayeux”, disparou Adriano.

Outro lado

Após ser acusado pelo Ver. Adriano Martins (PMDB) de que estaria envolvido, ao lado do secretário municipal de Planejamento, Ronaldo Luiz, no episódio da demissão do médico infectologista, Coordenador do SAE de Bayeux e ex-secretário de Saúde do município, Otávio Pinho, o Chefe de Gabinete do prefeito Berg Lima (Podemos), Luiz Carlos Targino, respondeu ao parlamentar através de uma nota de repúdio, emitida no final desta tarde.

Confira a nota de Luiz Carlos, na íntegra:

‘Nota de repúdio’

“Secretário chefe de gabinete da Prefeitura Municipal de Bayeux, Luis Carlos Targino, repudia as declarações do vereador Adriano Martins (PMDB).

Infelizmente existem pessoas que não sabem o que significa moral e ética. Na política e não somente nela devemos ser coerentes em nossas atitudes, estou tranquilo, pois trabalho com ética e respeito com o funcionário público, vamos continuar trabalhando por quem mais precisa e estamos no caminho certos reajuste e mudanças tem que acontecer quando necessário, não entendo a preocupação e desespero do nobre Vereador, o mesmo demonstra despreparo numa função tão importante como poder legislativo. Ataques pessoais, com acusações de injúrias e acusações contra mim e o governo do prefeito Berg Lima.

Fico muito triste com o comportamento do vereador Adriano Martins, demonstra desequilíbrio nas suas declarações e desespero com um governo que vem dando certo na cidade, que tem autonomia como poder executivo de tomar suas decisões administrativas... Abraço a todos!”

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »