28/05/2020 às 15h30min - Atualizada em 28/05/2020 às 15h30min

Maia diz que auxílio de R$ 600 deve ser prorrogado e teme redução de valor

Nesta quinta-feira (28), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que o auxílio emergencial deve ser prorrogado.  “Prorrogar acho que é um consenso, o que vai se debater é o valor”.

O auxílio emergencial que foi criado em abril,  previa três parcelas de R$ 600. Porém, com a pandemia do novo coronavírus se estendendo no país, vêm se discutindo a possibilidade de prorrogação. Os partidos Cidadania, Psol e PT já têm propostas para estender o benefício.

“Tenho medo de redução do custo do auxílio emergencial e o que isso impacta na reação das pessoas. Não é uma decisão simples”, disse Maia.

Entretanto, uma possibilidade da possível redução dos R$ 600 mensais, foi levantada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, há pouco mais de uma semana. Falou-se em mais três parcelas, porém, de R$ 200 cada. Ainda não há definição.

Vale ressaltar que alguns beneficiários já estão recebendo a segunda parcela do benefício, enquanto outros têm recebido a primeira.


 
Débora Costa

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »