22/05/2020 às 08h13min - Atualizada em 22/05/2020 às 08h13min

Terror dentro de casa: Irmão adolescente é flagrado abusando sexualmente de irmã mais nova

Foto: Ilustrativa
Um adolescente foi flagrado, na última segunda-feira (18), em Campo Grande, abusando da irmã mais nova, de sete anos. O adolescente, por determinação da justiça, terá que morar com parentes em outra casa. 

A Justiça de Mato Grosso do Sul explicou que, como não estão havendo as aulas presenciais, em decorrência da pandemia de coronavírus, os irmãos ficam sob os cuidados da avó materna para a mãe trabalhar. Foi a idosa que flagrou o irmão no ato. 

Ela flagrou o neto abusando da irmã em um dos quartos da casa, após perceber uma estranha movimentação dos dois. A idosa resolveu entrar repentinamente no quarto e flagrou o adolescente em cima da menina. 

A mãe do menino entrou em contato com Conselho Tutelar, levou a menina em uma UPA e foi até uma delegacia de Polícia Civil.

O adolescente ainda negou ter abusado da irmã, mas os exames feitos na garota atestaram o abuso contra a menina. De acordo com a criança não foi a primeira vez que o irmão fez isso. Ele ameaçava enforcá-la caso contasse para alguém.

Por conta da situação, o Ministério Público entendeu que o garoto tinha a intenção de abusá-la e reforçou a necessidade de salvaguardar a vítima. 

Enquanto isso, a Defensoria Pública entendeu que a apreensão não é a melhor opção, porém é preciso intervenção judicial.

A juíza Eucélia Moreira Cassal determinou, na terça-feira (19), que o garoto seja realocado de residência e  entregue aos cuidados de outro parente. Também determinou que não tenha contato com a irmã por nenhum meio e que faça tratamento de saúde na rede municipal, mediante orientação médica. 

A magistrada também decidiu que a mãe terá que mostrar documentos provando que cumpriu as determinações, caso contrário poderá ser apreendido. Com Jornal de Brasília
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »