09/04/2020 às 16h59min - Atualizada em 09/04/2020 às 16h59min

Defensor público Levi Borges é assassinado durante tentativa de assalto em Pernambuco

 

O defensor público paraibano Levi Borges de Lima, 71 anos, foi assassinado na tarde desta quinta-feira, 9, em um condomínio na Praia do Paiva, no Cabo de Santo Agostinho, Pernambuco, para onde tinha viajado para visitar a filha, Andrea Rose Cartaxo, que é juíza da 4º Vara de Sucessões e Registros Públicos do Recife. Levi foi vítima de um assalto. Os bandidos atiraram na cabeça dele quando deixava a casa da filha.

O crime teria sido praticado na portaria do imóvel por dois homens que fugiram.

A vítima foi levada com vida para a Unidade de Pronto Atendimento de Barra de Jangada, onde morreu. O carro da vítima, uma Toyota SW4 SRV branco, está na frente do condomínio Morada da Península.

Levi Borges foi vereador em João Pessoa na década de 70, além de professor universitário e presidente do Sindicato dos Defensores Públicos da Paraíba. Estava aposentado desde o fim do ano passado.

Pesar – A Câmara Municipal de João Pessoa e o governador do Estado da Paraíba emitiram notas de pesar pelo falecimento do defensor aposentado:

Câmara

A Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa externa seu mais profundo sentimento de pesar pelo trágico falecimento do defensor público aposentado Levi Borges de Lima, que exerceu mandato como vereador da capital paraibana na década de 70.

Pessoa respeitada e bem quista entre no segmento da advocacia, judiciário, político e da sociedade pessoense como um todo, Levi deixa, com sua partida prematura, um sentimento de revolta pela violência que lhe vitimou além da tristeza que representa seu falecimento.

Aos familiares, amigos, ex-alunos e admiradores do trabalho de Levi Borges, a Mesa Diretora da Câmara de João Pessoa em nome de todos os parlamentares da Casa Napoleão Laureano expressa seus votos de pesar.

Governador

O governador João Azevêdo expressa o seu profundo pesar pela morte trágica do advogado e defensor público Levi Borges de Lima, assassinado durante tentativa de assalto, nesta quinta-feira (9), em um condomínio na Praia do Paiva, no Cabo de Santo Agostinho-PE, região metropolitana de Recife.

O chefe do Executivo manifesta solidariedade aos amigos e familiares, rogando para que Deus conforte a todos neste momento de dor e tristeza.

Defensoria Pública

A Defensoria Pública do Estado da Paraíba lamenta profundamente o trágico falecimento do defensor público aposentado e professor de direto Dr. Levi Borges de Lima, de 72 anos, morto a tiros em um condomínio na Praia do Paiva, no municipal de Cabo de Santo Agostinho, na Grande Recife.

Levi foi vítima de um assalto na tarde desta quinta-feira (9), na frente do condomínio onde sua filha mora.

Defensor público por mais de 35 anos, Levi ingressou na Instituição ainda como advogado de ofício e atuou por muitos anos na comarca de Santa Rita. Também foi vereador nos anos 1970, professor universitário do curso de Direito e presidiu o extinto Sindicato dos Defensores Públicos do Estado da Paraíba. Ele estava aposentado do cargo de defensor público desde o final do ano passado.
 

Com ParlamentoPB

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »