18/02/2020 às 06h57min - Atualizada em 18/02/2020 às 06h57min

Polícia interrompe gravação de clipe que simulava assalto a carro-forte

Extra.Globo
Uma patrulha dos Carabineiros da Itália interrompeu, nesta segunda-feira, a gravação do videoclipe de um rapper que simulava um assalto a um carro-forte no distrito de Japigia, na província de Bari. Moradores se assustaram com a cena e denunciaram o suposto crime.

Três réplicas de armas usadas pelo artista e sua equipe, que também usava um drone, foram apreendidas, assim como uma bataclava. O rapper Nilo não tinha autorização para filmar no local.

Além de uma van que imitava um carro-forte, os produtores conduziam dois carros e duas motos na filmagem. Cerca de quinze pessoas atuavam como membros de uma quadrilha de criminosos, enquanto um homem interpretava o papel da vítima.

O caso foi encaminhado à promotoria com sugestão de registro por incitação à prática criminosa. Mas a acusação pode ser contestada posteriormente.

"É minha culpa, assumo toda a responsabilidade, pedimos autorização há muito tempo e teríamos que esperar, talvez isso nunca chegasse. Foram momentos de terror quando oito agentes chegaram ao local", disse o rapper e produtor musical Nilo, de 33 anos, ao jornal "Il Quotidiano Italiano".

"Eles apreenderam o drone, que não usamos. Em vez disso, eu queria entregar o cartão de memória da câmera para mostrar o que realmente filmamos", ressaltou ele. "Sabemos que provavelmente enfrentaremos um julgamento, mas a mensagem que desejamos enviar foi positiva ".

A música é sobre um jovem que se envolve num assalto, mas pensa em sua namorada grávida e decide deixar para trás a vida do crime, para evitar os riscos de ficar longe da família.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você concorda com o pedido de intervenção feito pelo TCE-PB na Prefeitura de Bayeux?

63.2%
36.8%