15/02/2020 às 23h04min - Atualizada em 15/02/2020 às 23h04min

Heineken faz recall de garrafas long neck

A empresa informou que na região Nordeste não há lotes deste recall.

Quanto aos lotes defeituosos, a cervejaria comunicou que a parte dos produtos podem soltar lascas de vidro ao serem abertas. No site da marca há um guia com instruções recomendando que o consumidor identifique os lotes alterados e abra as garrafas com cuidado.

Para o Grupo HEINEKEN no Brasil, a segurança dos consumidores vem em primeiro lugar. Por isso, anunciamos um recall voluntário de lotes específicos de Heineken® long neck 330ml.

A medida é preventiva e acontece em virtude da identificação de uma alteração nas garrafas, que pode fazer com que, em menos de 0,3% das long necks desses lotes, uma pequena lasca de vidro se desprenda do bocal no momento da abertura, o que poderá ocasionar lesões ou ingestão acidental de lascas de vidro.

Reforçamos que a alteração já foi corrigida e não há impacto na qualidade do líquido.

Para identificar os lotes, veja se a sua long neck 330ml possui as letras CH em alto-relevo na parte inferior da garrafa. Se você encontrar essas letras, abra a garrafa com cuidado, girando a tampa, como recomenda a embalagem. Caso alguma alteração no bocal seja identificada, o produto não deve ser consumido, para evitar que você se machuque.

Os consumidores que desejarem realizar a substituição ou reembolso, devem entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor, a partir de 13 de fevereiro de 2020, pelo telefone 0800 885 2462, de segunda a sábado, das 9h às 21h ou pelo e-mail faleconosco@heineken.com.br. O consumidor deve guardar a garrafa, pois ela será recolhida pela empresa para análise.

O Grupo HEINEKEN no Brasil tem qualidade e respeito como seus principais valores. A empresa pede desculpas pelo inconveniente e informa que esta ação não representa qualquer custo ao consumidor. Outros produtos da Companhia que não fazem parte dos lotes específicos podem ser consumidos normalmente.

 

Paraíba.com.br

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você concorda com o pedido de intervenção feito pelo TCE-PB na Prefeitura de Bayeux?

63.2%
36.8%