19/01/2020 às 07h29min - Atualizada em 19/01/2020 às 07h29min

CENAS BRUTAIS: Preso por estuprar e matar criança é morto, esquartejado e queimado no meio da rua

Revoltados com a morte de Elcleciane Nascimento Duarte, de 10 anos, ocorrida na tarde da última quinta-feira (16), após a criança ser estuprada e asfixiada, moradores de Fonte Boa (município distante 678 quilômetros em linha reta de Manaus), queimaram viaturas, depredaram a delegacia da cidade e invadiram o local para matar o principal suspeito do crime: Ronald Gomes Borges, de 28 anos. Ele foi morto em via pública, na noite de sexta-feira (17), e teve o corpo esquartejado e depois queimado. 

Conforme vídeos, que circulam nas redes sociais, a confusão começou por volta das 20h, quando os manifestantes começaram a tacar pedras e atear foto no prédio da 55ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP). Os policiais militares ainda tentaram reagir ao ataque e, durante a contenção da ação, pessoas foram baleadas.

A movimentação continuou no local e pelo menos três viaturas foram incendidas. Muitos homens, que utilizavam camisas para cobrir o rosto e dificultar a identificação, permaneceram depredando o prédio policial e tentando atear fogo. Muitos tiros foram dados pela polícia, na tentativa de conter a fúria da população. Há informações de que pelo menos três pessoas foram baleadas durante a ação.

Por volta das 22h45, centenas de pessoas invadiram a delegacia e pegaram Ronald, que foi arrastado pelas pernas até o meio da rua. No lugar, o homem foi agredido fisicamente, teve a cabeça esmagada por pedras e o corpo esquartejado. 

Segundo as testemunhas, a polícia resistiu até onde conseguiu, mas, ao ficarem sem as munições e terem a integridade física ameaçada pelo povo, a única saída foi entregar o suspeito aos manifestantes.

Em vídeos que circulam em redes sociais, é possível observar os manifestantes pegando as pernas de Ronald e, em seguida, exibindo a cabeça dele, momentos antes de o corpo ser carbonizado. Durante toda a ação, os manifestantes xingavam o suspeito e comemoravam a morte.

Enquanto o corpo queimava, vídeos registraram gritos da população e um buzinaço de veículos que passavam pelas proximidades. O cenário depois de toda a ação deixou marcas de destruição. O prédio da delegacia ficou completamente depredado e viaturas foram completamente destruídas.

O caso é apurado pela Polícia Civil do Amazonas. A Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM) informou que reforços policiais foram enviados ainda na noite de sexta-feira (17) e, neste sábado (19), outras equipes irão para o município reforçar o efetivo policial.

Morte

Ronald foi preso, em flagrante, na quinta-feira (16), suspeito de estuprar e matar Elcleciane que tinha 10 anos de idade. A polícia informou que ele teria oferecido R$ 40 para manter relações sexuais com a criança, que não aceitou e, em seguida, foi imobilizada com um golpe “mata leão” dado pelo suspeito, antes de ser estuprada e asfixiada com uma corda.

De acordo com o investigador Mário Alves, gestor da 55ª DIP de Fonte de Boa, a vítima costumava ir à casa de Ronald para ajudar a esposa dele a fazer bolos e biscoitos para vender na cidade.

Após o crime, Ronald deixou o corpo da vítima em baixo da cama. Por volta das 19h, a esposa do suspeito entrou no quarto e encontrou o corpo. Ainda segundo Alves, a mulher sofreu ameaças do companheiro e foi coagida a enterrar o corpo da criança, porém, contou para os familiares da menina, que acionaram a Polícia Militar e o companheiro acabou preso.

Veja os vídeos da revolta popular: 

Vídeo 1

Vídeo 2

VÍDEO 3
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, é justa a soltura do ex-governador Ricardo Coutinho?

23.1%
76.9%