08/11/2019 às 05h52min - Atualizada em 08/11/2019 às 05h52min

Estudante de 14 anos tem rosto desfigurado por golpes de estilete após ser atacada

OP9
Foto: Reprodução
Uma estudante de 14 anos teve o rosto desfigurado por golpes estilete supostamente desferidos por uma adolescente de 17 anos no Recife. A Polícia Civil investiga a participação da mãe e de duas amigas da agressora, que teriam imobilizado a vítima durante o crime. Investigações preliminares apontam que o ataque foi planejado após a estudante ter supostamente empurrado uma irmã mais nova da suspeita em uma escola municipal.

A adolescente atacada sofreu três cortes profundos e levou 30 pontos no rosto após ser socorrida por uma equipe do Samu. Ela foi encaminhada a uma UPA não identificada, onde recebeu alta no mesmo dia. A estudante foi surpreendida na noite deste domingo (3), na Praça Dezessete, no bairro de Santo Antônio, no Centro da capital pernambucana. Ela será submetida a cirurgias plásticas para reparar os danos estéticos causados pelos cortes.

De acordo com o conselheiro tutelar André Torres, que está prestando assistência à adolescente, um desentendimento entre a vítima e uma criança de dez anos teria motivado uma vingança da irmã mais velha e da mãe.  “Depois que recebi as fotos, fui até a mãe da garota atacada, que confirmou”, relatou Torres.

O conselheiro tutelar encaminhou a adolescente atacada a um centro de assistência especializado e vai comunicar o caso ao Ministério Público e à Secretaria Estadual de Saúde, que deverá providenciar um tratamento estético.

O Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA) instaurou inquérito para apurar o caso, e as quatro suspeitas serão ouvidas.  De acordo com o delegado Ademir Oliveira, a mãe da agressora teria segurado a vítima, enquanto as duas amigas imobilizaram as pernas dela.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você acredita numa reaproximação entre Ricardo Coutinho e João Azevêdo?

30.7%
69.3%