07/11/2019 às 06h55min - Atualizada em 07/11/2019 às 06h55min

Cacos de garrafa quebrada durante briga em baile funk provocaram morte de universitária

G1
Luana Farias morreu com ferimentos no rosto, pescoço e braços — Foto: Redes sociais
A estudante de direito Luana Farias de Oliveira, de 20 anos, morreu na madrugada deste domingo (3), na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Universitário, em Campo Grande, após uma briga generalizada em uma festa.

No Facebook, a irmã de Luana, Jéssica Farias, desabafou: "Ela estava tão feliz ontem que subiu de cargo no serviço, ia pegar folga hoje e queria comemorar".

Segundo informações do boletim de ocorrência, Luana, o namorado e amigos participavam de uma festa no centro comunitário do bairro Universitário. Por volta das 2h (de MS), houve uma briga generalizada no local, e a jovem acabou ferida.

O namorado da jovem disse à polícia que, após a briga, Luana reclamou que estava com o rosto ferido e desmaiou. Então, ele a pegou nos braços e, com ajuda de amigos, a levou para a UPA.

Conforme o registro policial, a estudante chegou na UPA com parada cardiorrespiratória e "lesões provindas de algum objeto cortante" no lado esquerdo do rosto, pescoço e braço. Os profissionais tentaram reanimá-la, mas ela não resistiu.

O namorado de Luana disse à polícia que não sabe quem feriu a jovem. Uma testemunha informou à polícia o nome de dois suspeitos de terem ferido a universitária.

Ainda conforme o boletim de ocorrência, momentos antes de a jovem morrer, a Polícia Militar havia sido chamada para ir ao centro comunitário controlar a confusão. No entanto, quando os policiais chegaram, a festa já tinha acabado.

O caso foi registrado como homicídio simples e, até a última atualização desta reportagem, nenhum suspeito havia sido preso.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você acredita numa reaproximação entre Ricardo Coutinho e João Azevêdo?

30.7%
69.3%