02/01/2017 às 14h26min - Atualizada em 02/01/2017 às 14h26min

Marcos Vinícius prega “unidade” na nova fase da Câmara

Nonato Guedes
Os Guedes
O novo presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, Marcos Vinícius Nóbrega (PSDB) destacou que busca da unidade será um objetivo permanente na sua gestão, que tem na Mesa nomes como o do vereador Lucas de Brito (PSL) e da vereadora Raíssa Lacerda (PSD). Marcos Vinícius encabeçou chapa única na escolha da nova Mesa do legislativo da Capital, diante da retirada da postulação de reeleição pelo vereador Durval Ferreira (PP), que há uma década se mantinha no posto.

Marcos Vinícius assegurou que realizará uma gestão colegiada e transparente e alertou que o legislativo tem que estar cada vez mais atento e sintonizado com as reivindicações da população. Para ele, os resultados das eleições, com percentual significativo de renovação, apontam para a tendência de oxigenação dos quadros políticos e dos quadros dirigentes nas esferas de poder político. “Coerentes com essa radiografia nós vamos pautar o nosso mandato e a condução de missões pela Casa”, ressaltou ele.

Marcos Vinícius foi eleito em paralelo com João Corujinha (PSDC), este para o biênio subsequente. Durval, que parecia intransigente quanto a uma nova candidatura a presidente, acabou pontuando que não seria fator de impasse. O prefeito reeleito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), evitou interferência no processo, alegando que tanto Marcos Vinícius como Durval Ferreira não eram hostis à sua administração. Por outro lado, Luciano ressaltou que não lhe cabia se imiscuir numa decisão interna do colegiado de vereadores, tendo manifestado, durante o processo, a confiança em que seria alcançada a melhor solução para o andamento dos trabalhos da Casa de Napoleão Laureano.

O novo presidente advertiu que os desafios impostos pelo crescimento de João Pessoa e pelos cortes de verbas federais são suficientes para advertir os vereadores da necessidade de colaborar com o poder público na administração da cidade. Mas salientou que isto não sacrificará o direito de expressão ou a crítica pontual por parte de vereadores a proposições oriundas do Executivo. A vereadora Sandra Marrocos, do PSB, que retorna à titularidade depois de ter sido consagrada nas urnas, já preveniu que tem compromisso com segmentos sociais na cobrança de demandas não equacionadas até agora pela gestão de Cartaxo. “Iremos fiscalizar o andamento da administração e os cumprimento de compromissos assumidos com a sopciedade”, enfatizou ela.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »