01/10/2019 às 16h20min - Atualizada em 01/10/2019 às 16h20min

No dia do Idoso, os exemplos do contínuo desrespeito aos direitos dos idosos na gestão de Romero em Campina Grande

Hoje (01) de outubro, é comemorado o Dia do Idoso, numa alusão a data de criação do Estatuto do Idoso (Lei 10.741/2003), que apesar de estar em vigor há mais de 16 anos, por si só, não tem dado em Campina Grande a devida proteção aos direitos dessas pessoas que já estão a mais tempo nessa caminhada que é a vida. São inúmeros os exemplos de violação dos direitos dos idosos na cidade, como falta de fiscalização para a Lei das Filas, o penoso recadastramento que a Prefeitura de Campina fez com os idosos para terem acesso ao cartão da STTP, a promessa do prefeito Romero Rodrigues (PSD) da criação de uma UPA para o idoso, como a falta de médicos e medicamentos nos postos de saúde para os membros da terceira idade.

 

Sem sombra de dúvidas com o advento do Estatuto do Idoso, ocorreram muitas conquistas para essa classe de pessoas, mas ainda é possível observar que existe muito a ser feito, muitos casos de desrespeito à terceira idade precisam de uma maior atenção, pois o quadro ainda trás inquietações. Exemplos, de desrespeito, por falta de fiscalizações como a Lei Municipal 4.330, popularmente conhecida como a “Lei da Fila”, onde a própria Coordenadoria de Comunicação de Romero admite no site da prefeitura que não tem como cumprir sua missão de fiscalizar os bancos. Veja: https://campinagrande.pb.gov.br/lei-que-fixa-tempo-maximo-de-espera-em-filas-segue-desrespeitada-em-campina-grande/

 

Ou ainda o penoso recadastramento que a Prefeitura de Campina fez com os idosos para terem acesso ao cartão da STTP e adentrarem ao transporte público. Recadastramento esse que foi tema de protestos na Câmara Municipal de Campina, devido a esse ‘recadastramento’ desrespeitar o ‘Estatuto do Idoso’. https://www.camaracg.pb.gov.br/olimpio-se-coloca-do-lado-dos-idosos-de-campina-e-diz-que-cadastramento-para-acesso-aos-onibus-desrespeita-o-estatuto-do-idoso/

 

Promessa UPA para o Idoso – Durante a campanha eleitoral para a prefeitura de Campina Grande, Romero Rodrigues, questionado sobre sua promessa de criar uma UPA para o Idoso na cidade, o mesmo assegurava que nó início da sua gestão, iria buscar os recursos para entregar a obra. Passados sete anos da sua gestão, a população ainda não tem previsão da concretização dessa promessa. “A nossa pretensão visando o atendimento ao idoso é atrair uma UPA para atender exclusivamente os idosos da cidade”, dizia Romero, na sua promessa veja: https://youtu.be/atw7evL2KSk

 

Exemplos de idosos madrugando na porta das Unidades Básicas de Saúde na cidade, a procura de atendimento médico e medicamentos são constantes nos noticiários locais. Em recente entrevista o presidente do Conselho Municipal do Idoso em Campina, Eraldo Moura, afirmou que os idosos sofrem muito com o atendimento de saúde na cidade de Campina Grande e enfrentam diariamente a falta de médicos e medicamentos nas UBS. Ele destacou que muitas vezes o idoso precisa chegar ao Posto de Saúde às 3h da manhã para sair sem atendimento por falta de médico. “No campo da saúde, temos problemas seríssimos que não se consegue resolver”, disse veja mais: https://paraibaonline.com.br/2019/03/conselho-municipal-aponta-problemas-no-atendimento-de-saude-ao-idoso-em-campina/


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »