30/09/2019 às 17h24min - Atualizada em 30/09/2019 às 17h24min

Suspeito de atropelar namorada e matar amiga é preso enquanto dormia em casa

G1
A delegada Anamelka Cadena, subsecretária de segurança pública do Piauí, disse que Pablo Henrique Campos, suspeito de atropelar e matar Vanessa Carvalho e de deixar ferida a própria namorada, Anuxa Alencar, foi preso em casa dormindo na madrugada de domingo (29). Ele teria fugido logo após atropelar as duas. Depois de preso, ele foi autuado em flagrante por feminicídio e tentativa de feminicídio. O G1 entrou em contato com a defesa do suspeito, que disse que ainda iria estudar o caso.

“Realmente depois de ter atropelado as meninas, segundo as testemunhas, de forma intencional, o que ainda será analisado com base na perícia feita no local, ele foi para casa e foi lá onde ele foi localizado e ele estava dormindo”, relatou a delegada.

Um delegado de Polícia Civil, que estava presente na festa onde também estavam as garotas e o suspeito, foi uma das pessoas que reconheceu Pablo como autor do atropelamento e fez a condução dele à Central de Flagrantes de Teresina, segundo a delegada. Durante o procedimento, ele não quis se pronunciar.

Pablo, Vanessa e Anuxa teriam ido juntos a uma festa de casamento na noite do sábado (28) em um buffet localizado na Avenida Homero Castelo Branco, bairro Ininga, Zona Leste de Teresina. Na madrugada de domingo (29), o casal teria tido uma briga.

"Houve o desentendimento dentro da festa e, na hora saída, ela teria saído e voltado com o veículo dele, e logo depois que deu a chave a ele. Ela não aceitou ir embora com ele, iria embora com amigos e familiares, quando ela estava se deslocando para o outro veículo, ele se direcionou contra ela e a amiga com o carro", relatou.

Namorada ficou ferida e amiga morreu

Anuxa ficou ferida e sofreu uma fratura de fêmur, mas não precisou passar por cirurgia e ainda no domingo (29) estava consciente e orientada. Ela foi socorrida e levada ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Vanessa ainda chegou a receber socorro do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreu a caminho do hospital. O velório aconteceu na tarde do domingo e o sepultamento está previsto para a manhã desta segunda-feira (30).

Autuado por feminicídio

Anamelka Cadena informou também ao G1 que o homem já foi autuado em flagrante por feminicídio consumado e por tentativa de feminicídio.

Segundo ela, embora possa ter ocorrido um “erro de execução” no ato – já que a polícia acredita que o homem tinha a intenção de atingir a namorada.

“Porque na intenção de atingi-la, ele atingiu a amiga, então ele responde pelo crime consumado e tentado. Isso tudo conforme a dinâmica vista preliminarmente e com base no relato de testemunhas, de que ele teria acelerado e direcionado o carro contra as duas”, explicou.

O advogado de defesa do suspeito preso, Eduardo Faustino, disse que vai analisar a decisão judicial desta segunda (30) e estudar o caso. "Não é nossa intenção afrontar qualquer decisão, ao contrário, a jurisdição é que deve se manifestar em casos como esses. Portanto, só nos cabe estudar quais as possibilidades futuras serão adotadas", disse o advogado.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »